terça-feira, 19 de outubro de 2021 - 03:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Animais do Zoo recebem tratamento como alopatia e homeopatia

Animais do Zoo recebem tratamento como alopatia e homeopatia

Matéria publicada em 9 de fevereiro de 2020, 08:12 horas

 


Animais recebem cuidados especiais de um corpo técnico em constante capacitação-Foto: Arquivo

Volta Redonda- Apesar de ter sido reaberto para visitação no dia 05 de janeiro, o Zoológico Municipal de Volta Redonda continua com as obras de revitalização e infraestruturas em andamento. O que quase ninguém vê é o trabalho feito para o cuidado com os animais. Da alimentação à saúde, há uma equipe que pouco aparece e tem importância máxima para o maior espaço de lazer da região.

O atendimento clínico prestado aos animais tem total dedicação por parte dos funcionários do zoológico. De acordo com o coordenador do zoológico municipal, o biólogo Jadiel Teixeira, para manter saudáveis e com disposição os cerca de 300 animais que compõem o plantel do zoo atualmente, os profissionais de saúde se desdobram. E também estão em constante capacitação, que acontece através da reciclagem dos funcionários e participação em eventos da área e cursos.

Com um corpo técnico formado por veterinários e biólogos, o coordenador destaca que esses funcionários se utilizam de formas de tratamento pouco conhecidas ou ainda raras do público em geral (animal ou humano).

– Na Biologia são realizados trabalhos de enriquecimento ambiental com caráter preventivo para o estresse animal. Já a veterinária faz uso de alopatia e homeopatia nos tratamentos. Lembrando que cada grupo tem suas particularidades, seja nas sensibilidades ou tratamentos – ressaltou Jadiel.

Segundo o coordenador do local, o Zoo costuma utilizar de algumas formas alternativas de tratamento, sendo que dos métodos utilizados a homeopatia é o mais usado.

– No caso da homeopatia, ela apresenta como vantagem uma quantidade menor de efeitos colaterais – disse.
O biólogo Jadiel afirmou que apesar da continuação da reforma do zoológico, os métodos de tratamento dos animais não sofreram nenhuma alteração e são atualizados regularmente com a reciclagem de funcionários.

O coordenador lembrou também que atualmente o Zoo tem cerca de 300 animais e ainda há novos animais para serem recebidos. “Porém, para evitar o estresse dos novos hóspedes, a finalização das obras precisa ser aguardada”, lembrou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Fui hoje no horto nao tem quase nada de animais. Não foi feita obra nenhuma revitalização e infraestrutura nada disso eles acabaram com os animais de lá o horto tá abandonado.
    Nunca vi o horto nessa situação q está agora.
    E ninguém fala nada e faz nada quero saber onde foi o dinheiro gasto lá porque ficou fechado se não tem obra nenhuma.
    Samuca pior prefeito q volta Redonda teve esses anos todos.

  2. Enquanto isso, um ser humano como a criança que necessita de leite especial e que está internada, precisa que a mãe entre na justiça para obrigar a prefeitura a fornecer o leite. Isso é uma vergonha prefeito.

Untitled Document