quinta-feira, 9 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Apadefi e Apae alteram atividades para se adequarem à quarentena

Apadefi e Apae alteram atividades para se adequarem à quarentena

Matéria publicada em 8 de maio de 2020, 21:39 horas

 


Entidades mantêm contato com assistidos através de atendimento remoto; associações continuam abertas para receberem doações

Volta Redonda– Em virtude das medidas de isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus, a Apadefi-VR (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Físicos de Volta Redonda), localizada na Avenida General Euclides de Figueiredo, no bairro Retiro, suspendeu temporariamente algumas das atividades desde o dia 17 de março. De acordo com o presidente Luis Eduardo Barreiros, entre as atividades suspensas na quarentena, estão alguns atendimentos presenciais. Por outro lado, o presidente da instituição ressaltou que alguns serviços tiveram de ser mantidos, como no caso dos serviços administrativos e financeiros.
– Tivemos que manter serviços essenciais como no caso da folha de pagamento e manutenção de equipamentos, sendo realizados por pequenos grupos em regime de escala alternada de dias e horários – disse, acrescentando que também foi necessário fazer a redução de outras equipes, dando férias aos colaboradores.
– Estamos praticando os dois modelos, e obedecendo a todos os critérios estabelecidos pelos decretos governamentais – destacou.
O presidente disse que apesar da pandemia os atendimentos aos pacientes não foram interrompidos e estão sendo feitos através de atendimento remoto.
– A Apadefi não interrompeu em momento algum o contato com os seus pacientes, praticando nesse período o telemonitoramento/atendimento remoto com os seus pacientes. Sendo também formulados protocolos técnicos para exercícios domiciliares. Foram ainda criados grupos de WhatsApp pelas Assistentes Sociais, cujo objetivo foi passar informações gerais de prevenção, cuidados e sobre os benefícios socioassistenciais – esclareceu.
Segundo Luis Eduardo, desde o dia 4 de maio, a Apadefi está retornando gradativamente às suas atividades presenciais. A preocupação com o bem-estar dos assistidos e pacientes sempre foi uma das prioridades da entidade neste período de quarentena, destacou o presidente. Lembrando que já existe na instituição a prática mensal de doações de cestas básicas que são voltadas aos pacientes. Contatos com a Apadefi podem ser feitos pelo telefone: (24) 33464025.

Apae está funcionando em regime de plantão

Sem deixar de dar assistência durante o período de quarentena, a Apae-VR (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Volta Redonda), também teve que se adaptar para continuar com suas atividades. De acordo com Sheila Azevedo, coordenadora de eventos e atividades complementares, neste momento de isolamento social os funcionários estão trabalhando em regime de plantão de segunda-feira a sexta-feira, de 8h às 11h, com exceção do pessoal acima de 60 anos que estão temporariamente afastados.
A coordenadora ressaltou que todos os cuidados de isolamento estão sendo tomados como manter uma distância um do outro e a utilização de máscaras e álcool em gel nas mãos.
– Na nossa sede estamos trabalhando no sistema de escala com 10 profissionais por dia, onde estão funcionando o setor administrativo e o serviço de contato telefônico com as famílias, para realizar a identificação das necessidades desses familiares para a entrega de cestas básicas – disse.
Segundo Sheila, já foram distribuídas cerca de 40 cestas básicas para os assistidos da Apae, contemplando às famílias em vulnerabilidade social.
– As entregas das cestas são feitas pela assistência social juntamente com voluntários e profissionais do plantão. Lembrando que essas cestas são doadas por parceiros que já nos ajudam. Também tivemos ajuda do músico Ranieri Araújo que fez uma live nas redes sociais para arrecadar cestas, e fizemos também campanhas na internet e algumas pessoas estão doando – destacou.
Em relação aos alunos, a coordenadora explicou que neste momento de quarentena, a Apae tem preparado vídeos com os profissionais e técnicos da equipe clínica, onde eles orientam os alunos.
– A Apae também está fornecendo material pedagógico para serem entregues aos alunos, seja em casa ou na própria sede. Independente disso, continuamos mantendo contato via WhatsApp com as famílias para acompanhá-las e orientá-las em caso de alguma necessidade – lembrou.
Interessados em contribuir com doações podem entrar em contato com a associação pelo número: (24) 3342-5399.

Por Júlio Amaral 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Se liga povo de VR

    Fiquem em casa por favor!

Untitled Document