domingo, 8 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / ‘Arraiá solidário’ vai arrecadar renda para crianças e adolescentes

‘Arraiá solidário’ vai arrecadar renda para crianças e adolescentes

Matéria publicada em 30 de julho de 2015, 16:57 horas

 


Volta Redonda – Acontecerá nos dias 07 e 08 de agosto, às 16h, o primeiro “Arraiá solidário” do Programa Curumim, mantido pela Casa da Criança e do Adolescente de Volta Redonda. A festa arrecadará fundos para o projeto, que auxilia crianças e adolescentes de baixa renda, principalmente os deficientes, através de atividades educacionais, culturais, recreação e atendimentos nas áreas de saúde.
A coordenadora do Programa Curumim, Aline Miguel, conta que a ideia foi de um grupo de amigos que viram as necessidades pela qual o programa está passando e resolveram levantar fundos para ajudar os beneficiados.
– Nossa casa de fisioterapia não é reformada há um bom tempo e precisamos avançar nos tratamentos das crianças. Sem a modernização do local, é impossível dar continuidade ao nosso trabalho. Nós acabamos perdendo um patrocinador importante ano passado e precisamos levantar fundos. Então eu e um grupo de amigos decidimos fazer o arraiá para concretizar nossos planos – disse.
Os dois dias de festa irão oferecer diversas atrações e barracas com as mais variadas comidas típicas. O programa que atende 195 crianças e adolescentes de baixa renda, dará direito a cada um deles de comer e beber durante um dos dias à vontade.

Programa Curumim

Mantido pela Casa da Criança e do Adolescente de Volta Redonda, o Programa Curumim realiza um trabalho preventivo que atende crianças e adolescentes de 04 a 17 anos, e também aquelas que possuem algum tipo de deficiência.  Seu objetivo principal é propiciar o desenvolvimento pessoal e social de crianças e adolescentes das periferias, através de atividades esportivas e recreativas, tendo assim, seus direitos respeitados e resguardados.
Atualmente, o programa atende cerca de 195 crianças e adolescentes, sendo 65 destes com algum tipo de deficiência (microcefalia, paralisia cerebral, autismo e outras). O endereço do local é Rua 1037 A, sem número, Volta Grande III.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document