sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Atividades pela ‘Semana Lixo Zero’ continuam em Resende com palestra na rede municipal

Atividades pela ‘Semana Lixo Zero’ continuam em Resende com palestra na rede municipal

Matéria publicada em 20 de outubro de 2019, 18:07 horas

 


Evento busca promover a responsabilidade e a consciência ecológica
(Foto: Carina Rocha- Secom PMR)

Resende- As atividades programadas pela “Semana Lixo Zero” continuam nesta segunda-feira (21), com palestras em unidades da rede municipal de ensino. O evento é promovido pelo Instituto Lixo Zero Brasil e conta com a participação da prefeitura de Resende, através da Agência do Meio Ambiente e da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. O objetivo é promover uma reflexão sobre o consumo e a responsabilidade pelos resíduos gerados pela sociedade.
Amanhã acontecem duas palestras “Lixo Zero”, sendo que a primeira será às 8h, na Escola Municipal Francisco Quirino Diniz. Logo depois, às 10h30, é a vez da Escola Municipal Moacir Coelho da Silveira receber o debate. Ambas serão ministradas pela professora Andréa Costa. Todas as atividades da programação se estendem até o dia 27 de outubro e todas tem entrada gratuita.
Toda a população, tanto os mais jovens como os adultos, pode participar da “Semana Lixo Zero”, evento que busca promover a responsabilidade e a consciência ecológica. Os interessados podem entrar em contato com a organização do evento, através do telefone: (24) 99226-5088, ou dos e-mails: lilianziehe@gmail.com ou semanadolixozeroresende@gmail.com.

‘Semana Lixo Zero’ segue até o dia 27

Nesta terça-feira, dia 22, a partir das 13h30, a Escola Municipal Lídia Pires, é a unidade escolhida para receber a palestra Lixo Zero com a professora Andréa Costa. Já na quarta-feira acontecem duas palestras com o tema “Composteira Caseira”, com o professor André do IFRJ (parceria da SME). A primeira será na E.M. Governador Roberto Silveira, às 7h30 e no período da tarde, às 13h30, é a vez dos estudantes da E. M. Júlio Verne receberem conhecimento sobre o meio ambiente. Na quinta, dia 24, a palestra continua na E. M. Prof. Carlinhos, às 13h30.
No dia 25, além da palestra “Composteira Caseira”, na E.M. Geraldo da Cunha Rodrigues, às 13h30, a Prefeitura de Resende participará também do piquenique ‘Lixo Zero’ e do Teatrinho “A Mágica da Reciclagem”. O evento, aberto a todos, será no Parque das Águas, das 9h às 11h.
Para fechar a programação do evento de conscientização ecológica, no domingo dia 27, acontece uma Feira de Troca de Brinquedos, dentro do tradicional “Domingo no Parque”, projeto realizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. A Feira de Troca de Brinquedos contará com contação de história e uma oficina de Bilboquê, um tipo de + brinquedo. As atividades vão acontecer de 9h às 12h, no Parque das Águas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Palestras ‘Lixo Zero” é muito pouco! Os executivos municipais estão 20 anos atrasados para o cumprimento da lei ambiental que acaba com lixões implementando a coleta seletiva e oferecendo apoio aos recicladores.

  2. Avatar

    Não existe essa coisa de lixo zero, mesmo que enrole para jogar fora o lixo, mais cedo e mais tarde ele vai parar no lixo, essas palestras que visam reutilizar é apenas enrolação, precisamos mesmo é criar embalagens biodegradáveis e racionalizar o que é usado e mesmo que tudo se “torne natural” em um futuro muito distante, mesmo assim ainda haverá impacto ambiental, pois se tudo se concentrar demais devido a quantidade causa problemas ambientais.
    A culpa do lixo não é problema da população e sim das empresas poluidoras que são grandes fabricantes e produtoras de lixo que visam o lucro e ficam escondidas sem dar o devido reparo ambiental ou mudar suas práticas produtivas, pois a população ao colocar pneus nas ruas, colocar embalagens PET para produzir mudas só estão dando tempo que o lixo vá para locais onde não poderia estar, ou vão se deteriorando e seus resíduos indo para o solo, o que só agrava o problema, fora que o aspecto estético que é bastante negativo e que deprecia bastante nossa sociedade e a faz acreditar que está “provendo” o melhor para o meu ambiente com essas práticas, para finalizar quem gosta de ver pneus nas ruas com plantas!!??? eita coisa mais chula e horrível de se ver é “trash design” mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document