segunda-feira, 19 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Bairro Jardim América recebe serviço de coleta seletiva

Bairro Jardim América recebe serviço de coleta seletiva

Matéria publicada em 14 de julho de 2019, 17:10 horas

 


Coleta Seletiva em Barra Mansa segue avançando para atingir toda a cidade
Foto: Divulgação/PMBM

Barra Mansa- Segundo o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), os moradores do bairro Jardim América, em Barra Mansa, já poderão efetuar a partir da próxima sexta-feira (19) o descarte de materiais recicláveis de forma ambientalmente correta. A confirmação deste serviço pela autarquia ocorreu neste domingo (14) com o lançamento deste serviço de coleta seletiva na localidade. Durante o evento, equipes da autarquia orientaram a comunidade sobre os resíduos sólidos, o processo de decomposição dos recicláveis e a importância do seu reaproveitamento.

Durante o lançamento houve apresentação da maquete da coleta de lixo, jogos educativos, distribuição de brindes, pipoca, algodão e brinquedos para a criançada.

Segundo o diretor executivo do Saae-BM, Fanuel Fernando, a coleta seletiva no Jardim América será realizada sistematicamente pela manhã. Atualmente, a média de recicláveis coletados mensalmente no município é de 100 toneladas. “Isso tem um grande impacto na preservação ambiental, pois reduz a extração de recursos naturais para a produção de novos materiais, como o petróleo, madeira, alumínio, ferro, água e energia; diminui a quantidade de lixo nas ruas, rios, córregos e terrenos baldios; prolonga a vida útil do Centro de Tratamento de Resíduos; gera renda para os catadores do nosso município, reduz os riscos de problemas de saúde pela contaminação do ar, solo e da água”, enumerou Fanuel.

O gerente de Destinação Final de Resíduos, Sérgio Antônio da Silva, destacou que a coleta seletiva atualmente chega a cerca de 60 localidades. “Nossa meta é ampliar o serviço para a totalidade do município. A programação para os próximos meses inclui os bairros Santa Clara, Goiabal, São Pedro, Nova Esperança, Roselândia, Vale do Paraíba, Getúlio Vargas, Nove de Abril, Boa Vista I e II, entre outros”, disse.

Segundo Sérgio, entre os principais tipos de materiais recicláveis (sem vestígios de alimentos ou bebidas) estão copos, garrafas e demais utensílios plásticos; plásticos do tipo filme colorido ou transparente: sacolas de supermercado; sacos plásticos; embalagens de papel de impressora; invólucros de lotes de refrigerantes; plásticos do tipo bolha; latas de refrigerantes, de leite e de conservas, além de papéis de expediente, brancos ou coloridos, formulário contínuo sem carbono, capas de processo, requisição de cópia, jornais, revistas, folhetos e assemelhados, embalagens de papelão de equipamentos de informática e de eletroeletrônico e mobiliário.

Os não recicláveis ficam por conta restos de alimentos, cortes de grama e rejeitos semelhantes, fraldas, papel toalha e papel higiênico.

Sérgio explicou que a coleta seletiva é realizada em parceria com a CoopCat (Cooperativa de Catadores de Barra Mansa). “A cooperativa dispõe de dois caminhões para a coleta dos recicláveis. Com a ampliação dos serviços, o Saae disponibilizou um outro caminhão e também auxilia no sistema operacional e financeiro da CoopCat no que se refere a manutenção dos veículos, aquisição de combustível e pagamento dos 35 cooperados. É um trabalho desenvolvido em conjunto”, diz.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document