terça-feira, 22 de junho de 2021 - 11:04 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra do Piraí terá primeiro Crematório Municipal da região

Barra do Piraí terá primeiro Crematório Municipal da região

Matéria publicada em 17 de maio de 2021, 10:47 horas

 


Barra do Piraí – A cidade passa a contar com um Crematório Municipal, conforme revelou, nesta segunda, 17, o prefeito Mario Esteves. O projeto também pretende se precaver de uma possível lotação, a longo prazo, do Cemitério Municipal Santa Rosa, que não tem mais espaço físico para onde crescer.

– A proposta inicial era construir um Crematório Pet, mas, como fico atento ao noticiário nacional e acompanho as minhas redes sociais todos os dias, comecei a notar o aumento pela procura da cremação no geral, e não só para quem perdia seu bichinho. Pensei também na questão do cemitério municipal, que pode se tornar uma dor de cabeça para gestões futuras, em 20, 30 anos, porque não tem mais para onde expandir – explicou Mario.

Pets

O prefeito disse ainda que vai enviar projeto para a Câmara Municipal, cujo objetivo será a regulamentação de uma rubrica específica para a arrecadação oriunda das cremações de pets – o recurso terá a finalidade de custear as despesas do Lar de Passagem São Francisco de Assis, que, hoje, são pagas com verba própria do município.

“Para pessoas de fora de Barra do Piraí, criaremos uma taxa específica, que deverá ser paga pelo serviço, aumentando as fontes de renda da Secretaria de Fazenda. Creio que cada um tem o direito de expressar em vida, a amigos e familiares, o desejo de qual será sua ‘última morada’. No caso da cremação, esperamos poder honrar a memória dos barrenses que assim decidirem, e dar um conforto também às famílias que perdem seu animal e querem dar a ele uma despedida digna”, disse o prefeito.

De acordo com Mario, o edital de licitação do forno crematório já está pronto, e deverá passar por pequenos ajustes, apenas para se adequar às novas finalidades. “O recurso para a compra do forno é específico, que conseguimos em Brasília. Não terá ônus ao orçamento do município, até porque quem acompanha o nosso trabalho sabe que eu não faço nenhum tipo de aventura que comprometa as finanças públicas. Tudo é com muita responsabilidade, e esse projeto será assim também”, finalizou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Agora o povo está entre o sol e a chuva , aguardando o congresso votar lei de anexação da Califórnia. Cadê o deputado Furtado ?

  2. Porquê não deixa o leitor continuar com a crítica ?

  3. O cara não gasta com a aquisição do forno, mas gastará com a operação e manutenção, que não é nem um pouco barata, fora a quantidade de monóxido de carbono liberada na atmosfera… O que não falta em Barra do Piraí são terras, basta abrir outro cemitério. Isso vai contra todo o bom senso e a austeridade administrativa que o período pelo qual passamos exige. A prioridade total e absoluta deve ser dada aos VIVOS…

    • EDMUR FERREIRA DA SILVA

      Como o serviço não será de graça, é autossustentável.
      O Portal tem crematório e não vi ninguém reclamar.

    • O serviço é público, vc leu? Ele disse que vai cobrar de particulares e de pessoa vindas de outras cidades, mas quero ver como vai fazer isso sem esbarrar na legislação… Enfim tudo não passa de conjectura…

  4. Capitão Cloroquina

    Em tempo de genocídio, é o melhor investimento…

  5. Acho um desperdício essa quantidade terra sem poder ser habitada e contaminada, todos deveriam ser cremado, daqui a pouco realmente não vai ter terra suficiente para isso.

Untitled Document