sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra Mansa adere à campanha ‘Julho Amarelo’ contra a Hepatite B e C

Barra Mansa adere à campanha ‘Julho Amarelo’ contra a Hepatite B e C

Matéria publicada em 3 de julho de 2019, 19:03 horas

 


Durante o mês as 45 unidades de saúde estarão reforçando a iniciativa, realizando testes rápidos e alertando sobre as patologias

Barra Mansa- No mês de conscientização sobre as hepatites virais, a secretaria municipal de Saúde iniciou nesta quarta-feira (03), o “Julho Amarelo”, na Praça da Matriz, no Centro. O objetivo da iniciativa é de intensificar a prevenção e o controle das Hepatites B e C. Durante todo o mês, as 45 unidades de saúde de Barra Mansa estarão reforçando as ações de controle da doença, com testes rápidos.
Em casos de algum resultado reagente, o paciente receberá o encaminhamento para confirmação e, em seguida, ao tratamento. O teste demora 15 minutos para o resultado e a expectativa é que mais de 100 pessoas o realizem neste primeiro dia de campanha.
Para Renata Rena, coordenadora do programa DST/Aids e Hepatite B e C de Barra Mansa, o resultado da campanha em poucas horas se mostrou positivo, em relação a adesão da população.
– O Julho Amarelo no município superou nossas expectativas. É muito importante essa preocupação das pessoas em relação à saúde. Hoje temos 174 pacientes com hepatites C e 37 com hepatites B num total de 121 pacientes sob acompanhamento pelo programa. Quanto antes diagnosticado e o tratamento iniciado, mais chance de cura – informou a coordenadora.
O aposentado Silas Ferreira, 70 anos, morador do Centro, aprovou a iniciativa e ficou aliviado ao pegar o resultado, que não apontou a doença.
– Essas ações são muito importantes, pois incentiva as pessoas a cuidarem mais da saúde, além de facilitar o acesso ao teste. Fiz e deu negativo. Estou feliz, tanto com o resultado, quanto com o avanço na saúde pública em Barra Mansa – comemorou Silas.

Entenda as patologias

Hepatite B

Sua transmissão é através de sangue, agulhas e materiais cortantes contaminados, também com as tintas das tatuagens, bem como através da relação sexual. É considerada também uma doença sexualmente transmissível. Pode ser adquirida também através em procedimentos médicos e odontológicos onde existe falha no processo de esterilização do instrumental e até em sessões de depilação. Os sintomas são semelhantes aos das outras hepatites virais, mas a hepatite B pode cronificar e provocar a cirrose hepática.
A prevenção é feita utilizando preservativos nas relações sexuais e não utilizando materiais cortantes ou agulhas que não estejam devidamente esterilizadas. Recomenda-se o uso de descartáveis de uso único. Quanto mais cedo se adquire o vírus, maiores as chances de ter uma cirrose hepática. Existe vacina para hepatite B, que é dada em três doses intramusculares e não precisa ser repetida, com as três doses aplicadas nas datas indicadas, o indivíduo ficará imune pelo resto da vida. O período de incubação do vírus da hepatite B é de 90 dias. Pode passar também de mãe para filho no momento do parto.

Hepatite C

Hepatite que pode ser adquirida através de transfusão sanguínea, tatuagens, uso de drogas, piercings, e em manicure, já foi comprovado que pode ser contagiosa por relações sexuais. A maioria dos pacientes é assintomática no período agudo da doença, mas podem ser semelhantes aos das outras hepatites virais. A hepatite C é perigosa porque pode cronificar e provocar a cirrose hepática e o hepatocarcinoma, neoplasia maligna do fígado.
A prevenção é feita evitando-se o uso de materiais cortantes ou agulhas que não estejam esterilizadas. Recomenda-se o uso de descartáveis de uso único, bem como material próprio em manicures.
Não existe vacina para a hepatite C e é considerada pela Organização Mundial da Saúde como o maior problema de saúde pública, é a maior causa de transplante hepático e é transmitido pelo sangue, mais facilmente do que a AIDS.
O período de incubação do vírus da hepatite C é de, em média, 45 dias.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document