quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra Mansa promove mutirão oftalmológico para alunos da rede pública

Barra Mansa promove mutirão oftalmológico para alunos da rede pública

Matéria publicada em 7 de junho de 2019, 16:11 horas

 


Ação faz parte do cronograma do Programa de Saúde na Escola

Barra Mansa- Os alunos da rede pública de ensino participaram nesta quinta-feira (6) da última etapa do mutirão oftalmológico promovido pelo Programa de Saúde na Escola (PSE). A ação aconteceu no Centro de Especialidades Médicas (CEM), onde os estudantes passaram por consultas. Alguns também fizeram exames de tonometria e fundoscopia.

O mutirão foi dividido em quatro etapas. Ao todo foram atendidos 124 alunos, com 61 encaminhamentos para confecção de óculos, que serão doados pela prefeitura. Além disso, equipes das unidades do PSF estão visitando as escolas e realizando testes de acuidade visual.

– Vamos doar os óculos para que os alunos não fiquem com deficiência de aprendizado. O mutirão é para ajudar nas questões de saúde e desenvolvimento intelectual destes estudantes, que enxergando melhor, participam mais e não se ausentam dos momentos de aprendizado – explicou o secretário de Saúde, Sérgio Gomes.

A ação faz parte do calendário de 12 passos do PSE, onde equipes da rede de Saúde e de Educação atendem as unidades de ensino cadastradas para promover ações de saúde e prevenções de doenças entre alunos e profissionais de ensino. O programa é realizado em 47 escolas e duas creches da rede pública, através de 39 unidades do PSF.

Cada mês uma ação de saúde é realizada conforme a necessidade daquela comunidade escolar. Estão presentes no cronograma o combate ao mosquito Aedes Aegypti; promoção das práticas corporais, da atividade física e do lazer nas escolas; prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas; promoção da cultura e paz, cidadania e direitos humanos; prevenção das violências e dos acidentes; identificação de educandos com possíveis sinais de agravo de doenças em eliminação; promoção e avaliação de saúde bucal e aplicação tópica de flúor; verificação da situação vacinal; promoção da segurança alimentar e nutricional, da alimentação saudável e prevenção de obesidade infantil; promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração; direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS; promoção da saúde ocular; identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

Além desses 12 passos, as equipes do PSE trabalham assuntos importantes e urgentes para cada comunidade escolar.

“Trabalhamos tudo que envolve o bem-estar dos nossos alunos e profissionais da educação”, explicou Vivian Gomes, coordenadora do PSE.

O Programa de Saúde na Escola (PSE) é uma parceria entre as secretarias municipais de Educação e Saúde e faz parte do Programa de Saúde da Família (PSF). São atendidos 15 mil alunos entre crianças, jovens e adultos. O munícipe que precisar de atendimento oftalmológico deve procurar a unidade PSF mais próxima de sua casa.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document