sábado, 16 de outubro de 2021 - 01:59 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Barra Mansa realiza ações de conscientização sobre o Aedes aegypti

Barra Mansa realiza ações de conscientização sobre o Aedes aegypti

Matéria publicada em 29 de janeiro de 2021, 15:46 horas

 


Barra Mansa – A Vigilância em Saúde Ambiental de Barra Mansa, órgão vinculado à Secretaria de Saúde, realizou na manhã desta sexta-feira (29), mais uma etapa da ação de combate aos mosquitos Aedes aegypti,  transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Desta vez, a iniciativa ocorreu na Praça das Nações Unidas, no Ano Bom, bairro que concentra um expressivo número de apartamentos, fato que dificulta o acesso dos agentes de combate ao mosquito aos moradores.

Segundo informações do coordenador do órgão, Antônio Marcos Rodrigues, o LIRAa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti) efetuado entre os dias 3 e 9 deste mês apresentou o resultado de 1.1, indicando médio risco no município.

– Para nós, esse percentual representa um sinal de alerta, demonstrando que é necessário intensificar a divulgação das orientações junto à população. A informação é o meio mais eficaz para combater as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, até porque os focos do mosquito se concentram, em sua maioria, nos quintais e interior das residências – destacou.

A coordenadora do PNCD no município (Programa Nacional de Controle da Dengue), Maria de Lourdes Viana, ressaltou que através do LIRAa é possível identificar a situação do município em relação à transmissão, os bairros mais críticos e quais focos são predominantes na área. “Neste cenário, definimos as estratégias, pontos e regiões específicas do município para intensificar as orientações”.

Proliferação

A proliferação do Aedes aegypti acontece o ano inteiro, porém durante o verão, período em que são registradas chuvas e calor intenso, a incidência é maior. Por isto, é tão importante aderir ao hábito de reservar 10 minutos no decorrer da semana para observar se na sua casa existe algum  recipientes que possam acumular água parada, como piscinas, inclusive as infláveis e plásticas, vasos de plantas, lixeiras, tampas de refrigerantes, entre outros.

Casos

No decorrer de 2020, o município teve 61 casos de dengue notificados e 9 confirmados; 4 casos de zika vírus notificados, sem nenhuma confirmação e 6 casos de febre chikungunya notificados e apenas 1 confirmado. Neste primeiro mês de 2021, não houve registros para a dengue e o zika vírus. Há uma notificação de febre chikungunya.

Denúncias sobre situações que favoreçam a proliferação do mosquito Aedes aegypti devem ser feitas pelo disque dengue (24) 3326-2588.

No verão, devido ao calor intenso e as chuvas, atenção com o mosquito precisa ser redobrada (Foto: Paulo Dimas)

Cuidados dentro das casas e apartamentos

 

– Tampe os tonéis e caixas d’água;

– Mantenha as calhas sempre limpas;

– Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;

– Mantenha lixeiras bem tampadas;

– Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;

– Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;

– Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;

– Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

 

Área externa de casas e condomínios

 

– Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;

– Limpe ralos e canaletas externas;

– Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;

– Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;

– Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

 

 

 

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Ninguém se importa com mosquitos Aedes aegypti, o foco é o Corona Vírus. A mídia fez muito bem esse trabalho e o povo esqueceu de tudo. A única doença que existe é o Covid19.

Untitled Document