quarta-feira, 23 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / BM inicia Semana do Meio Ambiente com nova unidade de conservação

BM inicia Semana do Meio Ambiente com nova unidade de conservação

Matéria publicada em 2 de junho de 2019, 16:43 horas

 


Com dimensão de 903,69 hectares, área se estendendo do Bairro Vale do Paraíba, ao distrito de Santa Rita de Cássia

População conhece projeto para implantação de nova área de preservação (Fotos – Divulgação)

Barra Mansa – Uma nova unidade de conservação marcou o início da Semana do Meio Ambiente em Barra Mansa. A Área de Proteção Ambiental Cândido Silva, foi lançada neste sábado (01), no Salão Comunitário da Igreja Sagrado Coração de Jesus, no Ano Bom. A unidade terá a dimensão de 903,69 hectares se estendendo do Bairro Vale do Paraíba, ao distrito de Santa Rita de Cássia, estando entre as 12 categorias de unidade que compõe o Sistema Nacional de Unidade de Conservação.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Barra Mansa, Carlos Roberto de Carvalho, o Beleza, o local abriga inúmeras nascentes, sendo uma área de grande recarga hídrica, além de ter uma fauna abundante.

– A criação da unidade traz importantes benefícios para o município, como o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS Verde), turismo rural e ecológico, atividades de educação ambiental e, também, propicia projetos como o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que beneficia os proprietários que contribuem com a preservação e restauração do bioma – ressaltou o secretário, garantindo que o local também servirá de banco de área, ou seja, serão destinados projetos de reflorestamento e recuperação de nascentes.

O presidente da Associação Verde que Salva e mobilizador do projeto, Eddy Miguel, comemorou a criação da unidade. Segundo ele, essa data na qual o prefeito Rodrigo Drable assina o decreto é motivo de festa. “Foi uma iniciativa popular da sociedade que ganhou força com a campanha da fraternidade da igreja católica em 2017. Realizamos reuniões, abaixo assinado e audiência pública. Tivemos uma caminhada bonita e hoje colhemos os frutos. Agradeço toda Diocese Barra do Piraí-Volta Redonda, o ICMBio Cicuta, a Azevedo Consultoria Ambiental e todos que contribuíram para essa conquista, quem ganha é Barra Mansa”, finalizou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document