sábado, 16 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Bolsa Família: Beneficiários de Volta Redonda têm até dia 30 para fazerem exames

Bolsa Família: Beneficiários de Volta Redonda têm até dia 30 para fazerem exames

Matéria publicada em 1 de junho de 2017, 21:43 horas

 


Volta Redonda – Famílias beneficiárias do Bolsa Família em Volta Redonda têm até o dia 30 deste mês para realizarem os exames médicos exigidos para ter acesso ao programa. As famílias que não passarem pelos exames que contam com pesagem, medição, entre outros, podem ter o benefício suspenso. Todos os membros da família devem se submeter aos testes, que podem ser feitas nas Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família.

De acordo com a prefeitura, no próximo dia 24, a secretaria de Saúde irá promover o Dia D da Pesagem na Unidade Básica de Saúde do Dom Bosco. O público-alvo são crianças de até sete anos com cartão de vacinação em dia e mulheres grávidas de 14 a 44 anos com o pré-natal atualizado.

Segundo o coordenador do distrito 4 (Dom Bosco, São Luiz, Volta Grande, Santos Agostinho), Bruno Castro, o objetivo é colher o maior número de dados e enviar ao Governo Federal até o fim de junho.

– Todo ano estes exames são feitos. Se a prefeitura não enviar as informações destas famílias, elas terão os benefícios suspensos – lembrou.

De acordo com a coordenadora da área técnica de nutrição e alimentação, Natália Feres Costa, os usuários já são alertados sobre esse risco ao se inscreverem na Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) e, caso não façam os exames, só poderão realizar novamente em agosto, quando abrir a 2ª vigência.

– A primeira começou em janeiro e vai até o fim de junho. Já a segunda começa em agosto e vai até dezembro. A partir daí, caso não sejam adequadamente examinados, terão os benefícios cancelados – alertou.

Mais de 10 mil inscritos

De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, Volta Redonda tem 23.302 famílias no Cadastro Único. Pouco mais de 10 mil, são beneficiárias do Bolsa Família. Foi identificado no sistema da Caixa que algumas famílias podem ser excluídas do programa, por não sacar o benefício que já está depositado. A orientação da Smac é para que as famílias busquem informações no Cras mais perto da sua casa ou liguem para a Caixa Econômica Federal através do número 0800-707-2003.

O vice-prefeito e secretário de Ação Comunitária, Maycon Abrantes, ressaltou esta importância.

– São tantas famílias necessitando e muitas não estão sabendo que têm direito ao benefício ou se não renovarem seus dados, podem perder. É preciso que caso elas tenham alguma dúvida a este respeito procurem o Cras ou o telefone citado pela Caixa – enfatizou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document