sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Brinquedos pedagógicos ainda têm boa procura

Brinquedos pedagógicos ainda têm boa procura

Matéria publicada em 28 de dezembro de 2017, 15:55 horas

 


Brinquedos educativos ainda são boa pedida para presentear os pequenos

Brinquedos educativos ainda são boa pedida para presentear os pequenos


Volta Redonda – 
Ver os filhos entretidos muito tempo em jogos eletrônicos, celulares ou computadores preocupa uma gama de pais. São eles, em geral, que buscam presentear os pequenos com brinquedos pedagógicos ou que exigem mais da criatividade da garotada.

De acordo com Marcelo Silva, que é funcionário de uma loja de brinquedos, existem pais que estão tentando oferecer mais opções de brinquedos pedagógicos aos filhos. Este tipo de produto, segundo ele, teve aumento de 28% nas vendas totais deste ano.

– Tivemos uma procura maior por brinquedos pedagógicos este ano. Acredito que, com o aumento das opções por tecnologia, os pais estão contrabalanceando com alguns artigos pedagógicos. Entre as vantagens dos pedagógicos, a principal é que eles servem para despertar a parte intelectual, desenvolvem a coordenação motora e o raciocínio lógico – diz.

O perfil dos pais que optam pelos pedagógicos, destaca Marcelo, são de pessoas preocupadas em desenvolver o intelecto e o físico dos filhos.

– Temos brinquedos para todas as idades, a partir do primeiro mês de vida até para adultos, como é o caso de alguns jogos ou cama elástica e futebol de botão, que servem tanto para o pai como para o filho. E os preços variam de R$ 19,90 a jogos de R$ 2.500 – explica.

Para a gerente Aline, de uma loja de brinquedos na Avenida Amaral Peixoto, a procura por brinquedos pedagógicos também foi grande este ano, registrando um aumento de 80% nas vendas.

– Muita gente optou pelos brinquedos pedagógicos para dar de presente como doação a instituições ou Igrejas. Tivemos uma boa venda de brinquedos de montar e alguns jogos. Também registramos muita venda de brinquedos sem ser pedagógico como no caso de bonecas, carrinhos e alguns tipos de jogos – ressalta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    acho q não é ainda….e sim uma clareza na cabeça dos pais.

Untitled Document