sábado, 15 de maio de 2021 - 21:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Centenas de fiéis homenageiam São Jorge, em Volta Redonda

Centenas de fiéis homenageiam São Jorge, em Volta Redonda

Matéria publicada em 23 de abril de 2015, 18:18 horas

 


Foram realizadas carreata, procissão, missas e distribuição de rosas para lembrar santo

Paulo Dimas

Volta Redonda –  Centenas de fiéis se reuniram para celebrar o Dia de São de Jorge, comemorado ontem, dia 23 de abril. A homenagem contou com diversas celebrações ao longo do dia. Como demonstração de devoção ao santo guerreiro, os fiéis realizaram uma carreata pelas ruas da cidade, que partiu do Batalhão do Corpo de Bombeiros, no Aterrado, e foi até à igreja que leva o nome do santo, no bairro Jardim Ponte Alta, passando pela Amaral Peixoto e pela Vila Santa Cecília. O evento teve com o apoio dos bombeiros, da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

Começou cedo a programação da igreja, com a primeira missa às 6 horas.

Segundo o padre Rodnei Francisco da Silva, a igreja recebeu cerca de 600 pessoas nesse horário. A comemoração se estendeu durante a noite. Após o término da carreata, que aconteceu no fim da tarde, os fiéis deram inicio à procissão, com distribuição de rosas.

A professora Hercília Cerqueira, que estava entre os devotos, contou que a fé em São Jorge já fez com que ela conseguisse resolver problemas difíceis na vida. Hercília levou para a celebração sua mãe, Elsa Oliveira, de 92 anos, que sofre de Alzheimer. Segundo ela, sua mãe sempre teve muita devoção ao santo.

– Eu estava enrolada com problema de IPTU da casa da minha mãe porque com ela doente tudo sou eu quem resolve. Não via saída para essa dívida, até que comecei a ter fé em São Jorge e pedir muito a ele, até que em menos de dois meses consegui dinheiro para pagar. Para mim, isso foi um milagre – revelou a professora.

Quem também estava em meio aos adoradores do santo era a aposentada Manuela da Penha. Para ela, São Jorge é, acima de tudo, um exemplo de alguém que lutou por seus irmãos.

– Eu amo muito São Jorge, ele, em vida foi guerreiro, todos nós que cremos nele lutamos para a guerra a favor de Deus. E também a favor de nossos irmãos pagãos, que não entende o sentido da vida – disse.

A aposentada contou ainda que a profunda admiração pelo santo veio da influência de uma amiga.

– Minha amiga era tão devota a São Jorge que conseguiu muitas coisas, quando comecei a prestar atenção nisso, resolvi começar a crer nele também e as coisas começaram a dar certo para mim – acrescentou.

 Igreja celebra anualmente a data

A Igreja de São Jorge existe há 11 anos e sempre atrai um grande número de fiéis no dia do santo. O padre ressaltou que o movimento durante a missa teve um aumento em torno de 40% em relação ao ano passado. Ele contou que foi feita uma obra para a ampliação da igreja, no fim do ano passado, justamente para acomodar mais fiéis nessa data.

– Nós ampliamos a igreja porque vimos que no ano passado, de tão lotada que estava, ficaram pessoas para fora. Apesar de termos ampliado, ficaram ainda mais pessoas do lado de fora nesse ano – disse o padre.

Atualmente, a igreja conta com uma equipe grande de católicos para ajudar na organização das celebrações.

– Nossa equipe que trabalha em prol dessa celebração conta com 60 pessoas, que são os guardiões, as operárias, o pessoal de apoio e o nosso conjunto musical – disse o padre.

Todo ano uma loja de artigos de São Jorge venda camisas, adesivos para carro, chaveiros, imagens, terços, velas CDs e medalhas para deixar ainda mais bonita a celebração ao santo.

 São Jorge, o santo guerreiro

Segundo o padre Rodnei, o santo representa fé, determinação, perseverança, força e a cima de tudo, temor a Deus. O padre contou que São Jorge foi perseguido e morreu dando a sua própria vida para defender os cristãos.

– Quando o imperador Daciano ofereceu a São Jorge poder e dinheiro, para que ele matasse os cristãos, ele se recusou. Ele foi preso, e na prisão ele sofreu várias torturas para que se rendesse ao imperador. Mesmo assim, ele não quis, por isso foi torturado e decapitado – contou.

Rodnei disse que, desde então, as pessoas começaram a cultuar São Jorge, por ser o santo das pessoas que sofrem injustiça e perseguições.

– Todos nós vivemos num mundo de injustiças e recorremos a São Jorge para nos ajudar e proteger de todos os males – concluiu o padre.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    SALVE JORGE………..

  2. Avatar

    AQUI VAI UMA SUGESTAO AOS ORGANIZADORES DA CARREATA E PROCISSAO, DE SAO JORGE, DIVULGAR MAIS SOBRE FECHAMENTO DE RUAS QUI DESCE DO BAIRRO J.PONTE ALTA, QUI SO TEM DUAS DESCIDA ,DE CARRO E ONIBUS,, ,CARREATA E PROCISSAO 3 DIAS ANTIS COM CARRO DE SON NO BAIRRO, FESTA COM CERTEZA , FICARIA OTIMA SEM RECLAMAÇOES NO DIA DO EVENTO, MAS EM SI ,A FESTA FOI OTIMA

  3. Avatar

    O nome do Imperador que ofereceu poder e dinheiro a São Jorge era Diocleciano, e não Daciano.

  4. Avatar

    uma grande benção aos devotos de são jorge, DEUS abençoe esta cidade, esta paroquia, e todas as pessoas envolvidas nesta grande festa.

Untitled Document