quarta-feira, 23 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Centro Universitário de BM é palco de projeto cultural

Centro Universitário de BM é palco de projeto cultural

Matéria publicada em 30 de junho de 2019, 16:45 horas

 


Ação social reuniu diversos coletivos culturais no UBM (Foto: Pollyanna Moura)

Barra Mansa- O Centro Universitário de Barra Mansa foi palco de um encontro entre jovens que participam de diversos coletivos culturais de Barra Mansa, na tarde deste sábado (29). O encontro, que foi iniciado às 13h, se estendeu até às 17h e foi organizado pela Associação ‘Singulares’, através do Projeto Cultural, ‘Na Medida’.

Segundo Mauro Rego, coordenador do projeto, a ideia de um palco voltado para jovens, que mistura temas próprios para a juventude e arte, nasceu em Resende em 2004 e tem como objetivo, promover debates informativos sobre temas atuais, voltados para os jovens.

– Buscamos trazer temas bem atuais, voltados para os jovens, como sexualidade, trabalho, consumo de álcool e drogas. Com isso, intitulamos esse trabalho de ‘Palco Singulares’, que é um aperfeiçoamento de ideias que antes chamávamos de ‘Oficina de Ideias’. Fizemos uma pesquisa dos coletivos que produzem cultura na região e convidamos esses grupos para que sejam valorizados e vistos pela população – disse, frisando que estes jovens merecem um espaço.

O encontro teve apoio do Centro Universitário de Barra Mansa, além da secretaria de Cultura do município.

Segundo a psicóloga Fabrise Amaro, uma das organizadoras do evento, além do Centro Universitário de Barra Mansa, a secretaria de Cultura de Barra Mansa, através da Fundação Cultura, também abraçou a ideia desde o início. Além de funcionários da Universidade e representantes da secretaria, diversos coletivos do município foram convidados para participar do encontro.

– Quando a gente pensou no evento, decidimos unir os coletivos, pois já era algo que a gente fazia. Tentamos trabalhar da seguinte maneira: que os jovens pudessem fazer coisas para outros jovens. Decidimos buscar apoio e de primeira, fomos bem recebidos pela Universidade; e através do secretário de Cultura, conseguimos os contatos dos coletivos para que pudessem participar – disse, ressaltando que entre os participantes presentes, estavam: representantes do projeto ‘Meninos do Batuque’; Simetria; Califa MC’s; entre outros, que se apresentaram e expressaram sua arte através da dança; grafite; roda de conversa; roda de rima; slackline; ofinas de equilíbrio; malabares, entre outros.

Durante o encontro os jovens praticaram diversas oficinas (Foto: Pollyanna Moura)

Diego Coutinho, coordenador e instrutor do projeto ‘Meninos do Batuque’ frisou que encontros como este, são importantes. Ele ressalta que a união entre os jovens hoje em dia é necessária e serve como uma forma de protesto.

– O jovem busca o seu espaço na sociedade e muitas vezes não encontra. Nós trabalhamos com diversos ritmos afrobrasileiros, como funk, olodum e hip hop e buscamos abrir espaço para todos que queiram participar. A gente se une e busca se ajudar. Ter um espaço como este é muito importante pra gente. Temos aqui, representantes de diversas tribos e aproveitamos estes encontros para conversar, trocar experiências e debater sobre diversos temas, através da arte – disse.

Malabares se apresentaram durante o encontro (Foto: Pollyanna Moura)

Para o psicólogo Luis Pereira, o saldo do encontro, que também tem como objetivo, apoiar a diversidade, foi positivo.

– Enquanto associação, a gente acredita que a diversidade colabora para o crescimento individual de cada pessoa, então, a gente pensou em trazer todos os tipos de público para que as diferenças possam se encontrar e que cada vez mais, possamos crescer junto com elas. Foi bacana ter estes jovens como protagonistas, o que é algo que não costuma acontecer – comentou.

Durante o evento, funcionários da Universidade tiveram a oportunidade de conversar com os jovens e promover a divulgação de novas matrículas para o vestibular que acontecerá no segundo semestre.

Que tiver interesse em participar da Associação, pode entrar em contato através das redes sociais.

Facebook: associacaosingulares
Instagram: associacaosingulares


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document