sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / ‘Cinestesia’ chega a escolas de Piraí

‘Cinestesia’ chega a escolas de Piraí

Matéria publicada em 6 de abril de 2016, 17:14 horas

 


Projeto do Instituto Dagaz busca dialogar com a realidade do público das escolas

cinestesia

“Cinco Vezes Favela” foi exibido nas escolas Lúcio de Mendonça e Presidente Castelo Branco.
(Foto: Divulgação)

Piraí – O projeto ‘Cinestesia’, do Instituto Dagaz, chegou a duas escolas de Piraí nesta quarta-feira (6). Alunos do 9º ano do ensino fundamental das escolas municipais Lúcio de Mendonça, no Centro, e Presidente Castelo Branco, no distrito de Santanésia, assistiram ao documentário “Cinco Vezes Favela”. A escolha da obra cinematográfica busca e é feito em conjunto com o corpo pedagógico de cada escola, segundo o coordenador do projeto, Thiago Miranda, o Thiago Elniño, músico, arte educador e estudante de Pedagogia.

Em parceria com as secretarias estadual e municipal de Cultura, a iniciativa promove uma discussão sintetizando a relação entre a temática abordada no filme com a realidade dos espectadores. – A gente busca adaptar à realidade, porque queremos ir além da esfera do entretenimento. Procuramos sempre acertar na linguagem sobre os temas – explicou Thiago.

O professor de língua portuguesa Fábio Elionar, que acompanhou a exibição do documentário com estudantes da E. M. Lúcio de Mendonça, aprovou o projeto e segundo ele, uma vez que é promovida uma reflexão social, há um despertar de cidadania.

– É de extrema importância ter esse tipo de abordagem na escola, porque o aluno precisa se sentir como um agente e não só um receptor de conteúdo. E a partir do momento em que ele se enxerga no filme, se coloca naquela realidade, promove uma reflexão. Esse trabalho do Thiago, e do Dagaz, é excelente e precisa dar continuidade – avaliou Fábio, que aproveitou a temática para trabalhar em sala de aula, iniciativa que para o coordenador do projeto, é o ideal para que a abordagem tenha efeito real – pulverizando dentro do conteúdo, porque dá para ser trabalhado em todas as disciplinas – disse Thiago.

Ao longo do ano, outras escolas do município vão receber o projeto, que acontece desde 2011. Em junho, serão a Escola de Lajes, em Ribeirão das Lajes, e Colégio Municipal Dr. Aurelino Gonçalves Barbosa, em Cacaria; em agosto, o Ciep 477 – Professora Rosa da Conceição Guedes, em Arrozal, e E. M. Rosa Carelli da Costa, no Varjão; em novembro, a E. M. Luiz Marinho Vidal, na Jaqueira, o Ciep 158 – Profª Margarida Thompson, no bairro Casa Amarela, e E. M.Epitácio Campos, no Caiçara.

O projeto atende a oito municípios ao todo, Itatiaia, Resende, Barra Mansa, Volta Redonda, Piraí, Pinheiral, Quatis e Porto Real.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    PROJETO CINESTÉSICO DE MIM MESMA...

    EU QUE ESTOU PASSANDO POR UM PROCESSO DE PERCEPÇÃO CINESTÉSICA…
    COM O MEU SALÁRIO REDUZIDO 62 PORCENTO POR APOSENTADORIA DE INVALIDEZ REFIXADA MEU CORPO PERDEU EM NUTRIENTES JÁ QUE NÃO POSSO COMPRAR NEM A METADE DO QUE PODIA, VITAMINAS E TUDO MAIS ENTÃO FAÇO PARTE DO PROJETO CINESTÉSICO DESSE NOSSO AMADO GOVERNADOR…
    QUE DEUS TENHA PIEDADE DELE…

    QUANTO AO PROJETO DESENVOLVIDO EM PIRAI PARABÉNS E QUE BOM QUE AI AS COISAS FUNCIONAM…
    BEM DESCULPE O DESABAFO.
    DESCULPE MINHA LENTIDÃO NA FORMA DE EXPRESSAR, TUDO FAZ PARTE DESSA SITUAÇÃO.

Untitled Document