segunda-feira, 21 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Comunidade de Joaquim Leite recebe roda de conversa sobre ‘Outubro Rosa’

Comunidade de Joaquim Leite recebe roda de conversa sobre ‘Outubro Rosa’

Matéria publicada em 8 de outubro de 2019, 18:42 horas

 


Escola Municipal Benta Pereira, local da primeira roda de conversa, nesta semana 
(Foto: Divulgação- Secom PMQ)

Quatis- A prefeitura de Quatis inicia nesta quarta-feira (09), uma série de encontros com os moradores cadastrados pelo Programa Bolsa Família. Os encontros terão conversas voltadas à prevenção e ao diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer do colo do útero. Além de atualizar os dados relacionados à frequência escolar dos estudantes. As orientações serão transmitidas por técnicos das duas unidades do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), uma delas situada no bairro Jardim Independência e a outra no Centro.
Os dois primeiros encontros acontecem às 9h30, na Escola Municipal Benta Pereira (comunidade rural de Joaquim Leite), e às 14h, na Escola Municipal Carlos Campos de Faria (distrito de Falcão). Já no próximo dia 22, as atividades serão realizadas na Escola Municipal Irmã Elizabete Alves (comunidade quilombola de Santana), às 9h30, e na Escola Municipal Anésia Alves de Oliveira (São Joaquim), às 14h. No dia 23 de outubro, a programação prevê os encontros para a unidade do CRAS do Jardim Independência, às 9h e 13h e a unidade do CRAS situada no Centro, às 13h.
– A prevenção na área da saúde também é uma das atividades apoiadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos junto às famílias atendidas por este programa, daí a escolha do “Outubro Rosa” enquanto tema para as rodas de conversa que vamos promover em favor destes moradores, ampliando dessa maneira o trabalho de conscientização para diminuir os riscos do câncer de mama e do câncer do colo de útero – explicou a assistente social Flávia Paiva, coordenadora da unidade do CRAS localizado no Centro.
Os números relacionados ao câncer de mama em todo o Brasil motivaram a escolha deste tema por parte da Secretaria. Levantamentos do INCA (Instituto Nacional do Câncer) indicam o diagnóstico de quase 60 mil novos casos no país por ano a partir de 2018. O mesmo estudo do INCA mostra que, a cada cem mil mulheres, 56 podem contrair a doença no Brasil.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document