quarta-feira, 23 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Crianças da Fundação Beatriz Gama fazem passeio cultural no Rio

Crianças da Fundação Beatriz Gama fazem passeio cultural no Rio

Matéria publicada em 22 de setembro de 2019, 16:50 horas

 


Assistidos visitam o Museu de Arte, Museu do Amanhã e o AquaRio
(Foto: Divulgação- Secom PMVR)

Volta Redonda- Setenta crianças e adolescentes acolhidos na Fundação Beatriz Gama e educadores da instituição participaram na semana passada, de um passeio ao Museu de Arte do Rio de Janeiro, ao Museu do Amanhã e ao AquaRio. Segundo o diretor-presidente da Fundação Beatriz Gama, Davi Silva, o objetivo do passeio foi de atender o que preconiza o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), onde diz que os municípios, com apoio dos estados e da União, estimularão e facilitarão a destinação de recursos e espaços para programações culturais, esportivas e de lazer voltada para a infância e a juventude, visando à interação entre os acolhidos, assistida e equipe de apoio.
– Além das crianças estarem felizes com o passeio, entendemos também que faz parte das garantias dos direitos das crianças que estão acolhidas sobre a nossa guarda, o lazer e cultura. Muitos, provavelmente não teriam essa oportunidade. Com isso estamos cumprindo nosso papel como instituição de acolhimento. A prefeitura e FBG entendem que as crianças e adolescentes são muito importantes para nossa cidade. Por isso nossa preocupação em oferecer todos os serviços possíveis para que possam desenvolver da melhor maneira possível – disse o diretor-presidente.

Além do transporte, as crianças receberam café da manhã (iogurte, pão com presunto e queijo e uma fruta), almoço em um restaurante do Rio e Janeiro, lanche da tarde (refrigerante e salgado assado e fruta) e lanche de retorno (Pão presunto e queijo, refresco e uma fruta).
Para que o passeio fosse possível foi realizada uma reunião com os pais das crianças assistidas, onde foi explicado como seria o passeio. Cada responsável assinou um termo autorizando os filhos viajarem com a FBG. Além dessas autorizações a Fundação Beatriz Gama enviou um oficio para o Juizado da Infância e Juventude solicitando a autorização para que as crianças pudessem viajar.

A dona de casa, Letícia de Carvalho Lima, 31 anos, mãe da aluna Lorrayne de Carvalho agradeceu a oportunidade que sua filha teve.
– Eu não teria condições de proporcionar um passeio desses para a minha filha. Ela adorou tudo. Tirou muitas fotos e contou que tudo foi muito bem organizado. Ela não fala em outra coisa. Se nossos filhos estão felizes, nós também ficamos – disse a mãe emocionada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document