quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Dayse Penna propõe melhor acolhimento às mulheres

Dayse Penna propõe melhor acolhimento às mulheres

Matéria publicada em 4 de fevereiro de 2017, 16:30 horas

 


Volta Redonda – A secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Dayse Penna, pretende dar maior acolhimento com um tratamento diferenciado para quem procurar os serviços da pasta. Segundo ela, a ideia é que a mulher se sinta mais a vontade para pedir auxílio ou informações.

Desde que assumiu a secretaria, Dayse iniciou algumas mudanças estruturais de forma que o atendimento ficasse mais diferenciado e acolhedor.

– A princípio, a primeira mudança que percebi que precisava ser feita era estrutural, e de imediato mudei o CEAM (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) para o segundo andar. Deixei a secretaria na parte baixa, propiciando dessa forma um atendimento melhor. Notei que também precisaríamos fazer o acolhimento da mulher prestigiando a harmonia do feminino com o masculino. Também reconheço que é possível minimizar os efeitos causados nas mulheres que foram vítimas da violência ou perceberam o seu direito violado através do preconceito – explica.

Avançando: Dayse manterá projetos antigos e já deu início a novas ideias na secretaria (Foto: Júlio Amaral)

Avançando: Dayse manterá projetos antigos e já deu início a novas ideias na secretaria (Foto: Júlio Amaral)

Nova gestão

A secretária acredita que a experiência de já ter estado na frente de uma associação de moradores lhe inspirou a ter um olhar mais aprofundado para as políticas públicas.

– Quando eu estava na associação de moradores do bairro Conforto, precisava pensar em todas as demandas que um bairro gera, como campanha de prevenção à dengue, campanha de segurança no trânsito, brigas de jovens em escolas, entre outras demandas. E no caso da secretaria, esta experiência contribuiu para que eu tenha mais facilidade para acionar a rede de atendimento, obtendo resultados efetivos para a população. Dessa forma, para que as mulheres sejam melhores atendidas pelos serviços sociais e assistenciais da cidade, é preciso conhecer os serviços específicos que o estado e o município oferecem – afirma.

Dayse disse também que serão mantidos muitos dos projetos desenvolvidos na gestão passada, assim como outros vão surgir.

– Além das propostas que já desenvolvemos, como a ‘Casa Abrigo’, ‘Centro Especializado’ e a ‘Patrulha Maria da Penha’, teremos este ano o projeto “Movimento Mulher”, que consiste em abrigar várias demandas da saúde da mulher, projetos para o empreendedorismo, qualificação profissional e até serviços de coach, onde vai orientar esta mulher com metodologias específicas para ela se descobrir. E com este projeto queremos alcançar todas as mulheres de Volta Redonda – explica.

Outro projeto da secretaria é o “Café Mulher”, que segundo Dayse tem como objetivo tratar sobre a alimentação saudável e sustentável, estimulando dessa forma a horta caseira para a utilização de produtos orgânicos. De acordo com a secretária, muitas mulheres ainda tem receio de denunciar uma agressão porque o sistema ainda é preconceituoso e há falhas na garantia de direitos básicos.

– Pensando nisso, a secretaria de políticas públicas para as mulheres resolveu criar um espaço para os homens através do projeto “Desconstruindo o Machismo”, que contará com a estrutura de um assistente social e psicólogo através da criação da ‘Sala Homem’. Será um local específico para isso. E através deste projeto penso que estaremos abrindo um espaço para uma possível reconciliação, fortalecendo dessa forma a política de mediação do judiciário – esclarece.

 

 

Por Júlio Amaral

(Especial para o DIÁRIO DO VALE)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document