segunda-feira, 24 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Defesa Civil faz interdições e três famílias ficam desalojadas em VR

Defesa Civil faz interdições e três famílias ficam desalojadas em VR

Matéria publicada em 20 de maio de 2019, 19:05 horas

 


Volta Redonda- A Defesa Civil de Volta Redonda informou na tarde desta segunda-feira (20) que atendeu a 12 ocorrências e foram feitas três interdições, sendo que três famílias ficaram desalojadas (cerca de 10 pessoas). Não houve nenhuma vítima. As famílias foram encaminhadas a SMAC, porém a prefeitura não informou a localização das interdições.

– Nós já atendemos todas as ocorrências desse final de semana, todas as intervenções da Defesa Civil foram feitas. As casas que foram interditadas nós encaminhamos para SMAC, para ser feito o levantamento social das famílias – informou Leandro Rezende, coordenador da Defesa Civil.

Em relação aos transtornos da chuva, na manhã de hoje (20), mais de 400 funcionários da secretaria de Infraestrutura estão atuando a limpeza da Avenida Antônio de Almeida, no bairro Retiro; na 208; na Rua 4, no Conforto; na Avenida Belmonte, bairro Belmonte; na Rua de acesso à Fundação Beatriz Gama; e no bairro Açude. Nesses pontos as equipes estão raspando barro e lavando as ruas com Caminhão Pipa.

O secretário de Infraestrutura de Volta Redonda, Toninho Oreste, informou que a previsão é que em até 10 dias tudo seja normalizado.

– Nós direcionamos as equipes para os locais mais críticos, além de manter os serviços de rotina da cidade, como capinas e roçadas – explicou Toninho.

Samuca Silva frisou que as ações de prevenção que estão sendo feitas na cidade foram fundamentais para evitar graves ocorrências.

– Nós estamos empenhados em trazer a cidade para normalidade. As equipes estão na rua desde o final de semana e continuaremos até que tudo esteja normalizado – afirmou o prefeito.

Samuca ainda destacou ainda que a cidade inscreveu, através de projetos na Defesa Civil Nacional, R$ 20 milhões para obras de contenção de encostas e escoamento de água de chuva. O Governo Federal ainda não liberou os recursos.

A Defesa Civil permanece de plantão por 24 horas e pode ser acionada pela população pelo telefone 199, em caso de qualquer emergência.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document