segunda-feira, 29 de novembro de 2021 - 23:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Denúncias de maus tratos contra animais dobram nas férias

Denúncias de maus tratos contra animais dobram nas férias

Matéria publicada em 27 de janeiro de 2018, 16:00 horas

 


Abandono dos bichos é a principal queixa apresentada nos períodos de recesso escolar

Maldade: Animais sofrem com abandono principalmente nas épocas de férias

Maldade: Animais sofrem com abandono principalmente nas épocas de férias


Volta Redonda – 
A aplicação correta da legislação que protege os animais de maus tratos ainda é uma realidade distante. E que fica ainda mais distante nos períodos de férias escolares. Julho e janeiro são meses que fazem disparar as denúncias de animais em situação de risco. Principalmente abandono. A secretária de Meio Ambiente de Volta Redonda, Daniela Vasconcelos, conta que as viagens são as principais “vilãs” na hora que é decidido pelo abandono do animal.

– No período de férias, as denúncias praticamente dobram. Principalmente de abandono, ambiente com muitas fezes e falta de alimentação adequada. São recebidas em média 20 denúncias de maus tratos a animais nesses meses – destacou.

Segundo Daniele, ao receber as denúncias a secretaria municipal de Meio Ambiente encaminha um fiscal ao local indicado. O objetivo é tentar constatar os fatos apontados e tomar providências cabíveis, de acordo com a legislação municipal vigente.

Em relação ao tipo de maus tratos mais comum, a secretária cita animais encontrado sem alimentação adequada e acorrentado.

– Casos como esses são combatidos através de orientação sobre as leis de proteção e bem estar animal (4.924/13 e 5.114/14), notificação e autuação -explicou.
A secretária ressaltou que, conforme a gravidade da denúncia, os fiscais do meio ambiente e da vigilância ambiental costumam realizar ações conjuntas com a Guarda Municipal, a Polícia Militar e a Polícia Civil.

Grande porte

De acordo com a Coordenadoria da Vigilância Ambiental de Volta Redonda, os animais de grande porte que estejam soltos em vias públicas são recolhidos pela prefeitura de Volta Redonda. E para o caso de quem quiser denunciar o abandono de animais de grande porte próximo a rodovias ou mesmo nas ruas, basta ligar para (24) 3339-4555, informando a localização do animal, que o mesmo será recolhido.

– O animal fica no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), no bairro Três Poços, por 72 horas. Caso o dono não apareça, o animal é doado para a Fundação Beatriz Gama, lembrando que a prefeitura municipal de Volta Redonda não possui abrigo – ressalta.
SPA critica descaso

De acordo com Carmem Marques, a Carminha, atual presidente da SPA (Sociedade Protetora dos Animais), o número de abandonos realmente aumenta no período de férias. Ela diz que para viajar no fim do ano e no período de férias, muitas pessoas jogam seus animais nas ruas.

– A grande maioria morre por atropelamento. Outro fator que acarreta um grande número de abandonos nessa época lembra a representante da SPA é questão do animal que foi dado de presente no Natal anterior – disse, para emendar:

– Esse animal, depois de atingir a idade adulta, perde aquele apelo do filhote e são descartados como se nada fossem. Vale lembrar que abandono é crime, previsto no código penal brasileiro, bem como na lei municipal relativa a maus tratos em animais, podendo acarretar multa e reclusão em cadeia – afirma.

Como infelizmente faltam recursos para a SPA averiguar todos os relatos que chegam à instituição, somente alguns casos com maiores detalhes e provas são apurados.

– O papel mais importante da SPA nesses casos é a orientação ao cidadão de como proceder com a denúncia, onde e como formalizar a mesma, pois infelizmente não temos condições de fazermos com todos. Já um dos tipos mais comuns de maus tratos é o de manter animais acorrentados ou engaiolados, o que é proibido por lei. Geralmente, esses casos são acompanhados de falta de limpeza no local, falta de alimentação e negativa de tratamento médico veterinário. Além disso, recebemos muitos relatos de abandono como criações ilegais de animais tanto silvestres quanto domésticos como cães e gatos, que também são crimes, puníveis pela lei – explica.
Como denunciar

Para quem deseja denunciar um caso de maus tratos contra animais, a SPA (Sociedade Protetora dos Animais) aconselha as pessoas a formalizarem um boletim de ocorrência na delegacia de polícia de sua cidade. Para isso, devem estar munidos de fotos, vídeos e/ou relatos de testemunhas.

Em algumas cidades, como Volta Redonda, Barra do Piraí e Barra Mansa, as denúncias podem ser feitas também para a Secretaria ou Coordenadoria de Meio Ambiente, as quais também têm por dever fiscalizar e caso constatado os maus tratos, punir os criminosos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Quem maltrata os animais não evoluiu espiritualmente.

  2. Gostaria de saber se esta dentro da lei, uma pessoa criar em ambiente pequeno em area urbana mais de cincoenta gatos, e alguns cachorros, esses que ficam na parte de cima de uma laje sem sombra para os animais, e os gatos deixam um cheiro muito desagradavel. que atinge as casas vizinhas, se alquem tiver interesse de verificar é só ir ao bairro volta grande 2 na rua 1024 n°11.

    • Muito importante sua preocupação com os animaizinhos, pois a pessoa Resgata, Acolhe, porém, se o espaço ficou pequeno, é importante que ela peça ajuda nas Redes Sociais.

Untitled Document