Destruição de túmulos gera impasse entre familiares e prefeitura - Diário do Vale
terça-feira, 28 de setembro de 2021 - 08:10 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Destruição de túmulos gera impasse entre familiares e prefeitura

Destruição de túmulos gera impasse entre familiares e prefeitura

Matéria publicada em 7 de agosto de 2016, 17:23 horas

 


tumulo

Danificado: Túmulos foram destruídos por troncos de árvores dentro do cemitério
(Foto: Franciele Bueno)

Volta Redonda– Como se não bastasse a danificação do tempo, alguns túmulos do Cemitério Municipal Bom Jardim Isidório Ribeiro, no bairro Retiro, foram danificados por troncos de árvores. Alguns ficaram completamente destruídos, outros parcialmente. Atualmente acontece um impasse entre os familiares e a administração do local em dois sentidos, o primeiro que a administração alega que duas árvores caíram devido a degradação do tempo, mas um familiar que procurou a reportagem do DIÁRIO DO VALE, disse que a prefeitura podou as árvores e deixou os troncos de qualquer jeito, ocasionando o incidente.
O segundo dilema enfrentado é sobre a responsabilidade da reconstrução dos túmulos, pois, segundo o administrador do cemitério, Maurício Pio Chaves, é de responsabilidade da família reparar os estragos, mas alguns familiares não concordam e alegam que a obrigação é do cemitério. De acordo com o administrador, o incidente aconteceu há dois meses e foi passado à Secretaria de Serviços Públicos. Ainda de acordo com Pio Chaves, os familiares dos túmulos foram avisados para providenciar o conserto.
– Duas árvores caíram e os troncos acabaram danificando algumas sepulturas, isso aconteceu há dois meses. Fiz um documento sobre o que tinha acontecido e repassei à Secretaria de Serviços Públicos e logo em seguida avisei os familiares que tiveram as sepulturas danificadas pedindo que viessem ao local e providenciassem o restauro, pois não é responsabilidade do cemitério realizar este tipo de serviço, apesar do incidente – disse.
O leitor Cleison Scatolino, que procurou a reportagem, comentou que a administração do cemitério que realizou a poda das árvores e que os trocos ficaram no morro sem nenhuma segurança. Cleison destacou que sua família só foi avisada na última semana sobre o incidente. No túmulo, que foi danificado, há três familiares sepultados.
– Só avisaram minha família há poucos dias sobre o que tinha acontecido e a informação foi passada de qualquer maneira. Meu tio foi ao cemitério e percebeu que as árvores foram cortadas em troncos, que acabaram caindo em cima dos túmulos – falou, acrescentando que não aceita que sua família pague pelo serviço de restauração.
– Não é responsabilidade da minha família fazer esse reparo. A poda foi feita pelo próprio cemitério e a administração pública deve reparar os túmulos de todas as famílias que ficaram prejudicadas – disse, acrescentando que passou a situação para um advogado que irá ajudar no caso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Isso sim é caso se polícia apurar a responsabilidade do porque da destruição dos tumulos e nao registro de excesso de velocidade conforme noticia anterior deste jornal ai sr.prefeito nao seria melhor aplicar esse dinheiro mau gasto na aldeia digital e aplicar nesta instituicao que e de sua responsabilidade a conservaçao e a segurança de quem vai visitar ou sepultar seu anti querido nao seria mais integro de sua pessoa da suporte a populaçao nesses momentos de grande dor e desespero isso sim vai lhe trazer votos e confiança a sua administraçao e a adiministraçao que o sr. Apoia fica essa dica pense sei que o sr.e inteligente faça isso antes que outros façam .

  2. O cemitério Municipal de Volta Redonda, está UM LIXO. Muito mal cuidado, tem mato para todo lado, túmulos saqueados em suas peças de bronze e granito, sem segurança, e sem dúvida alguma o Espirito do Sr. Isidóro, que já foi Administrador do local, deve estar muito triste por terem colocado seu nome lá.

Untitled Document