terça-feira, 25 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Dia de combate ao Bullying e à violência na escola é lembrado em Porto Real

Dia de combate ao Bullying e à violência na escola é lembrado em Porto Real

Matéria publicada em 7 de abril de 2019, 15:44 horas

 


Creches municipais abordaram os temas através de palestras, danças e dramatizações (Foto: Alexandre A.J.)

Porto Real – Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola (7 de abril), as creches municipais Profª Cacilda Verri Marassi; Waldir Roberto da Conceição; e CIEP Brizolão 487 Oswaldo Luiz Gomes, realizaram uma série de atividades com temas voltados à data. Palestra, apresentação de dança e exposições de trabalhos dos alunos, marcaram a programação desta sexta-feira, 5, nas unidades. Seguindo a Lei Federal 13.277 de 29 de abril de 2016, que estabelece o dia 7 de abril como sendo o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola, o município regulou as normas para a rede municipal de ensino, a partir do ano de 2019.

Segundo o prefeito Ailton Marques, a educação infantil é a base em que se desenvolvem no ambiente estudantil, os valores morais. “O bullying, porém, é debatido não apenas nesta data, mas cotidianamente. Por isso, abordamos o assunto, ao longo do ano, de modo interdisciplinar. É incumbência de todos os nossos professores tratá-lo em nossos ambientes escolares”, reforça o prefeito.

Na Creche Municipal Profª Cacilda Verri Marassi, que atende a 235 alunos, de Berçário a Pré II, ocorreu uma palestra sobre o tema com os pais das crianças. “O momento foi de identificar se há a presença do bullying no comportamento de nossos filhos, que estudam na unidade e de como procederemos com casos positivos”, analisou a mãe de aluno, Suelly Silva.

Já na Creche Municipal Waldir Roberto da Conceição, foi exibida aos próprios estudantes uma dramatização sobre o valor da amizade e a exposição de representações, desenhos e seus significados que revelou o respeito às diferenças e a importância da inclusão. Todos os trabalhos foram confeccionados pelos próprios alunos. Cento e vinte e oito crianças do Maternal II a Pré II são atendidas na unidade.

Com dança de jazz coreografada pelos alunos do Projeto Dançando na Escola e com exposição de trabalhos, confeccionados em sala de aula, denominada Corredor Cultural, foi abordada a temática de forma lúdica e compassiva no CIEP Brizolão 487 Oswaldo Luiz Gomes. A unidade atende a estudantes do 6º ao 9º ano e a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O intuito, de acordo com o secretário de Educação, Cultura e Turismo, Robson Paulino da Silva, é sensibilizar os alunos para as questões inerentes ao bullying. “O principal objetivo é coibir as diversas formas de agressões, sejam elas físicas, psicológicas ou verbais, que podem afetar a vida dos nossos estudantes”, explica.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document