sábado, 22 de setembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Dia do Capoeirista é comemorado com homenagens aos mestres precursores

Dia do Capoeirista é comemorado com homenagens aos mestres precursores

Matéria publicada em 7 de agosto de 2018, 17:10 horas

 


Barra Mansa – Fechando as comemorações da Semana do Capoeirista em Barra Mansa, o Centro Esportivo de Capoeira Quarto Crescente em parceria com a Gerência de Promoção da Igualdade Racial (Gepir) realizou no sábado, dia 5, uma cerimônia de comemoração pela data especial realizada no CEI Saturnina de Carvalho e Vieira da Silva, no Centro. Na ocasião, foram entregues placas de homenagens do projeto “Barra Mansa Viva Seus Mestres”, que tem como objetivo resgatar a memória e cultura da capoeira através das lembranças dos trabalhos de grandes mestres precursores da atividade no município.
Logo depois foi realizado um batizado, roda de capoeira solene e festiva, onde alunos novos recebem sua primeira corda e demais alunos podem passar para graduações superiores. Participaram do evento cerca de 150 pessoas, entre elas o gerente da Gepir, Walmiro Fabiano Júnior; a presidente do Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Comuppir), Silvana Carvalho; além de diversas associações e grupos de capoeira.
Foram homenageadas cinco pessoas: Mestre Henrique, um dos responsáveis por trazer a cultura da capoeira para a região de Barra Mansa, Barra do Piraí e Volta Redonda na década de 60; Mestres Vinicius e Gomes; Mestres Vinte Um e Guilé, que se destacaram na década de 90 sendo os pioneiros no ensino da capoeira nas escolas municipais de Barra Mansa. Também foram feitas homenagens póstumas aos Mestres de Honra, Branco e Lima.
A vice-prefeita Fátima Lima destacou o apoio do prefeito Rodrigo Drable na condução de políticas públicas de promoção da igualdade racial.
-Desde o início da gestão, o prefeito tem prestado apoio incondicional às ações da Gepir, nos dando livre acesso para que o município avance cada vez mais nessa questão. O resgate da memória é fundamental para construímos um presente e futuro consolidados, sem esquecer o passado – afirmou.
Para o gerente da Gepir, Walmiro Fabiano Júnior, foi um evento para condecorar os mestres que, de uma forma vanguarda, trouxeram uma cultura rica e diversificada.
-A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. Desenvolvida no Brasil por descendentes de escravos africanos, é uma atividade que traz à memória a força e talento do povo negro. Acredito que nesse evento foi dado mais um passo em prol da igualdade racial em Barra Mansa, por isso me sinto feliz em participar de um projeto que agradece os mestres responsáveis pela implantação da capoeira na região Sul Fluminense – destacou.
O projeto “Barra Mansa Viva Seus Mestres” foi idealizado pelo mestre de capoeira Lindinalvo Natividade, do grupo Quarto Crescente, e pelos contramestres Evandro Alves e Rodrigo Guedes.
-A ideia surgiu pela necessidade de resgatar a memória da cultura da capoeira na região. Como Barra Mansa está bem estruturado e já tínhamos os nomes dos homenageados, começamos por aqui. Nosso intuito é que esse projeto seja replicado nas cidades vizinhas – explicou Lindinalvo.

De volta: Objetivo foi resgatar a memória através das lembranças dos trabalhos de grandes mestres pioneiros da atividade no município

 

Untitled Document