domingo, 12 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Documentário fala da crise hídrica na bacia do Paraíba do Sul

Documentário fala da crise hídrica na bacia do Paraíba do Sul

Matéria publicada em 8 de junho de 2020, 09:05 horas

 


Documentário fala sobre a crise hídrica do Rio Paraíba do Sul (crédito Divulgação)

Sul Fluminense – A crise hídrica é retratada através de documentário elaborado pelo Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP). O histórico foi protagonizado pelas principais entidades que atuaram na gestão da crise hídrica na bacia e revela que desde a segunda metade da década de 90, a bacia do rio Paraíba do Sul vem passando por eventos hidrológicos de escassez de água e baixos armazenamentos em reservatórios.
A seca prolongada na bacia, ocasionada principalmente pela falta de chuva entre os anos de 2014 e 2015, caracterizou um dos maiores eventos críticos ambientais de sua história. Toda essa trajetória é mostrada através de documentário elaborado pelo Ceivap e a Agência Nacional de Águas (ANA); Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM); Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE); Instituto Estadual do Ambiente (INEA); membros do CEIVAP; Comitê Guandu; Comitê Baixo Paraíba do Sul; AGEVAP; entre outras instituições.
O documentário revela ainda que a estiagem e a queda nos níveis dos reservatórios, provocaram na bacia do Paraíba um dos piores índices em 84 anos de história, causando impactos ambientais, sociais e econômicos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. De abril de 2014 aos dias de hoje, o Grupo de Trabalho Permanente de Acompanhamento da Operação Hidráulica na Bacia do Rio Paraíba do Sul para atuação conjunta com o Comitê Guandu (GTAOH) realiza reuniões, presenciais ou por videoconferência, para discussões e monitoramento acerca da qualidade e quantidade das águas na bacia.

O documentário produzido pelo CEIVAP traz ainda à tona todas as experiências e aprendizados que a crise proporcionou. Assista o documentário clicando aqui<https://www.youtube.com/watch?v=Ami4SaTzhzw>.

Sistema hidráulico da bacia

O sistema hidráulico do rio Paraíba do Sul é um complexo conjunto de estruturas existentes nas bacias hidrográficas do Paraíba do Sul e do Guandu. Os principais reservatórios da bacia são Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil. A capacidade total desses reservatórios (reservatório equivalente) é de 7.294,7 milhões de metros cúbicos, dos quais 4.341,9 milhões de metros cúbicos estão dentro da faixa normal de operação (volume útil total). Desses, o reservatório de Paraibuna é o que possui a maior capacidade de armazenamento em termos de volume útil (61%), seguido por Jaguari (18%), Funil (14%) e Santa Branca (7%). Os reservatórios estão localizados no estado de São Paulo, exceto o de Funil que se localiza no estado do Rio de Janeiro.

Papel do CEIVAP na bacia do Paraíba do Sul

Um dos pioneiros no sistema de gerenciamento hídrico, o CEIVAP é o órgão responsável pela gestão da bacia do Paraíba do Sul, que compreende 184 municípios nas regiões dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Desde a sua criação, o Comitê atua viabilizando programas de gerenciamento, recuperação e proteção dos recursos hídricos na área da bacia. Há elaboração de estudos, planos e projetos, intervenções para preservação e conservação de mananciais, além de ações de comunicação, educação ambiental e mobilização.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar
    CICLISTA OBSERVADOR

    NAS ESTRADAS VICINAIS EM BARRA MANSA SE CONSTROEM NAS MARGENS DE RIO E BEIRA DE BREJOS. MUROS E CERCAS DENTRO DAS ESTRADAS E APP VISTA GROSSA. COMO FICARÁ NO FUTURO?!

    • Avatar
      CICLISTA OBSERVADOR

      ALGUNS TRECHOS DAS ESTRADAS VIRARAM UM FUNIL. IMPOSSÍVEL DOIS CARROS SE CRUZAREM. MUROS E CERCAS DENTRO DA ESTRADA E ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL.

Untitled Document