quarta-feira, 20 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Escolas e estradas rurais foram afetadas pelas chuvas em Quatis

Escolas e estradas rurais foram afetadas pelas chuvas em Quatis

Matéria publicada em 20 de março de 2019, 15:10 horas

 


Quatis – O prefeito Bruno de Souza (MDB) determinou às secretarias municipais prioridade no atendimento aos locais mais afetados pela forte chuva, que caiu na cidade entre o final da tarde desta terça-feira e a madrugada de quarta-feira. Foram registradas quedas de barreiras em estradas rurais, o muro de uma escola desabou e as aulas foram suspensas numa outra unidade de ensino. Além disso, a captação de água dos mananciais da cidade para o abastecimento da população foi interrompido.

Bruno vem percorrendo desde a noite de terça-feira algumas comunidades para verificar pessoalmente os problemas provenientes do temporal. Entre as estradas rurais que apresentaram problemas estão: Quatis-São Joaquim; do Avaí (região de Falcão); Santana; da Serra, do Camata (ambas na região de Joaquim Leite); Uruguaiana (distrito de São Joaquim) e a Falcão-São Joaquim.

A intensidade da chuva causou a abertura de um buraco na estrada de acesso à comunidade quilombola de Santana, o que impediu a passagem do ônibus escolar responsável pelo transporte dos alunos da escola local. Com isso, as aulas nesta unidade de ensino foram suspensas. Equipes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural intensificam a recuperação do trecho danificado. A previsão é de que as aulas recomecem já nesta quinta-feira.

Já a Escola Municipal Henry Nestlé (São Benedito), que fica na zona urbana, registrou a queda de um muro. O acidente ocorreu durante a madrugada. O prefeito autorizou a Secretaria Municipal de Educação a abrir um processo administrativo de emergência visando começar a construção do novo muro até a próxima semana. Nesta unidade, no entanto, as aulas continuam acontecendo normalmente. Na Escola Municipal Victória Maria dos Prazeres (Jardim Pollastri) ocorreu o alagamento de algumas áreas, no final da tarde desta terça-feira, mas a unidade também está funcionando normalmente hoje (quarta-feira).

– Estamos com equipes de operários em várias frentes para realizar os serviços de recuperação necessários, principalmente nas estradas rurais. Com isso, nosso objetivo é garantir as condições ao escoamento da produção leiteira e a circulação dos veículos do sistema de transporte escolar. Com exceção do acesso para a escola da comunidade de Santana, não tivemos nenhuma estrada interditada em razão da chuva desta noite (terça para quarta-feira), mas em algumas delas, o tráfego está sendo feito com muita dificuldade – disse o prefeito.

Bruno percorreu, no seu carro particular, visando verificar pessoalmente os problemas decorrentes da chuva, os bairros São Benedito, Nossa Senhora do Rosário, Jardim Independência, Santa Bárbara, Água Espalhada e Alto das Quaresmeiras, além de trechos das estradas rurais Quatis-São Joaquim, Quatis-Glicério, do Primavera e de acesso ao horto do Município. Ele frisou que, no caso das estradas rurais, “as ações realizadas atualmente continuarão sendo de emergência, para garantir não só o transporte da produção leiteira e a locomoção de estudantes, mas também o direito de ir e vir dos moradores desta área da cidade, que precisam se deslocar à área urbana”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document