domingo, 24 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Escolas municipais de Quatis vão ter câmeras de segurança em 2019

Escolas municipais de Quatis vão ter câmeras de segurança em 2019

Matéria publicada em 10 de dezembro de 2018, 18:58 horas

 


Quatis – A partir do começo do próximo ano, as escolas municipais passarão a ser monitoradas 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados, por câmeras de vigilância. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 06, pelo prefeito Bruno de Souza (MDB), segundo quem o contrato para a compra dos equipamentos já foi assinado pela administração municipal. A instalação das câmeras será realizada gradativamente, mas o planejamento da prefeitura é de que todas as 72 unidades adquiridas estejam colocadas no decorrer do ano letivo que se inicia em fevereiro.

As câmeras vão ser instaladas na área externa das dez escolas, incluindo as unidades situadas na zona rural, e das duas creches municipais, ambas localizadas na área urbana, o que vai permitir também o monitoramento das ruas próximas. Este investimento na segurança dos estudantes, professores e demais funcionários das unidades escolares, além das famílias residentes nas imediações, é de aproximadamente R$ 54 mil. O valor corresponde à aquisição das câmeras e de outros acessórios necessários ao funcionamento do sistema, entre eles, amplificadores, conectores e nobreaks. A empresa vencedora do processo de licitação vai fornecer também toda a assistência necessária na instalação do serviço.

O CIEP Municipalizado Marciana Machado De Elias (bairro Nossa Senhora do Rosário) receberá o maior número de equipamentos (12, no total), já que é a maior unidade escolar do Município. Nas escolas municipais Maria Helena Rafael De Elias, Julieta Pereira Sampaio (ambas no Centro), Victória Maria dos Prazeres & Valeriano (Jardim Pollastri), Henry Nestlé (São Benedito), Edméa Dulce de Barros Franco (Jardim Independência) e na creche Adriana Maria de Souza Cruz (Loteamento Santa Bárbara) vão ser instaladas seis câmeras, em cada uma destas unidades.

Por sua vez, oito câmeras vão funcionar na Creche Municipal professora Conceição Vieira Pena (Jardim Pollastri) e no anexo desta instituição (quatro, em cada um dos dois locais). As escolas municipais Irmã Elizabete Alves (comunidade quilombola de Santana), Benta Pereira (Joaquim Leite), Carlos Campos de Faria (Falcão) e Anésia Alves de Oliveira (São Joaquim) terão quatro equipamentos de vigilância, cada uma delas.

Segundo a Secretaria de Educação, cada escola e cada uma das duas creches poderão realizar o próprio monitoramento nas instalações das unidades. Na Secretaria de Educação, que funciona no Centro Administrativo do Município, haverá ainda uma minicentral de monitoramento. Além disso, agentes da Guarda Municipal vão ser credenciados visando acompanhar, através de telefones celulares, a movimentação produzida em cada câmera das escolas e creches.

– A partir do início do funcionamento das câmeras, eu acredito fielmente que a prefeitura vai proporcionar uma sensação de segurança maior nas imediações das unidades de ensino, e inibir os riscos de ocorrências. Trata-se, no nosso entendimento, de uma medida preventiva importante contra a violência e de um serviço de apoio fundamental às autoridades competentes na elucidação de ocorrências policiais – acrescentou o prefeito.

Bruno de Souza visita escola municipal e diz que equipamentos começarão a ser instalados no ano que vem


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document