domingo, 9 de maio de 2021 - 22:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Estudantes do Anglo Americano tiram dúvidas com cronista Jorge Calife

Estudantes do Anglo Americano tiram dúvidas com cronista Jorge Calife

Matéria publicada em 15 de março de 2016, 17:11 horas

 


Alunos do 6º ano visitaram a redação na tarde desta terça-feira (15)

visita

Alunos tiraram dúvida sobre como é a produção do gênero textual crônica.
(Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – A redação do DIÁRIO DO VALE recebeu outra turma de 6º ano do Colégio Anglo Americano na tarde desta terça-feira (15). Os 27 alunos foram recebidos pela jornalista Roberta Caulo e tiraram dúvidas sobre crônica com o escritor Jorge Luiz Calife e também jornalista do DIÁRIO DO VALE.

O objetivo da visita, segundo a professora de Língua Portuguesa que acompanhou os alunos, Danielle Marins, foi para que eles tivessem contato direto com um cronista e não só através de textos. Entre as explicações ao grupo, Jorge Calife contou que aproveita suas experiências cotidianas para se inspirar na produção das crônicas.

O estudante David Azevedo Pereira, de 10 anos, adorou a visita à redação e disse que a partir das dúvidas respondidas pelo cronista, acredita que vai melhorar seus textos.

– Quando escrevi minha crônica para o teste na escola, me inspirei em uma história minha que aconteceu durante as férias. Gostei muito de visitar o jornal, porque é interessante saber como as pessoas trabalham e aproveitei para tirar dúvidas. Agora com certeza vou fazer as crônicas melhor – frisou David, que afirmou ler com frequência.

Na tarde de segunda-feira (14), 23 alunos também do 6º ano do Colégio Anglo Americano visitaram o DIÁRIO DO VALE para aprender um pouco mais sobre o gênero textual.

Segundo a professora Danielle Marins, a experiência em uma redação de jornal estimulou os alunos a produzirem mais. Alguns, inclusive, disseram que serão jornalistas.

– Ainda não tive o retorno da visita à redação na sala de aula, mas eles adoraram tirar as dúvidas sobre crônica e como aproveitar as experiências do cotidiano para escrever – afirmou a professora.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document