terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Falta constante de energia elétrica interrompe captação nos mananciais, em Quatis

Falta constante de energia elétrica interrompe captação nos mananciais, em Quatis

Matéria publicada em 17 de janeiro de 2019, 18:15 horas

 


Quatis- O armazenamento no reservatório principal do sistema de água potável da cidade, que ficou interrompido na tarde desta quarta-feira, dia 16, em razão de um problema técnico no registro mestre, começou a ser normalizado na madrugada de hoje (quinta-feira). O defeito no registro foi resolvido ainda na tarde de quarta-feira pelos técnicos da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos.

No entanto, a Secretaria de Obras mantém o chamado à população para que economize água, pois as constantes quedas de energia elétrica em Quatis nesta semana vêm interrompendo com frequência a captação de água bruta nos mananciais responsáveis pelo abastecimento da cidade. A água bruta para tratamento e posterior distribuição à população do Município é captada no Rio Paraíba do Sul e nas represas dos Limas e do Lavapés, sendo que Rio Paraíba representa a fonte mais importante.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, César Salazar, na tarde desta quarta-feira foram registrados piques seguidos de energia elétrica no bairro Barrinha, em cuja região fica localizado o ponto de captação do Rio Paraíba do Sul. Devido às falhas no fornecimento de energia elétrica, ocorridas de 17 horas à meia-noite, de acordo com o secretário, o processo de captação foi muito prejudicado neste período.

– Nesta quarta-feira, portanto, tivemos dois problemas para operacionalizar o sistema de captação, tratamento e distribuição de água à população. Primeiro foi o defeito no registro principal, o que atrapalhou o armazenamento do reservatório maior. Mas realizamos os consertos necessários imediatamente. Logo em seguida vieram os transtornos causados pelas quedas de luz na região da Barrinha, onde fica o sistema de captação do Rio Paraíba do Sul. O fornecimento pleno de energia elétrica é primordial para garantir o sistema de água em funcionamento. A partir do momento em que a luz passa a faltar com frequência, todo o funcionamento do sistema de abastecimento de água potável fica prejudicado – declarou o secretário.

César Salazar acrescenta que, diante da ocorrência de dois problemas seguidos no mesmo dia – o defeito no registro e as quedas de energia elétrica – “a possibilidade de falhas no abastecimento existem, daí a importância de os moradores economizarem água”. Ele reconheceu que os dois problemas registrados na tarde desta quarta-feira certamente vão afetar o abastecimento dos imóveis situados na parte alta da cidade, “até que a situação fique totalmente normalizada”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document