sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Feira de Artesanato movimenta praça no Aterrado, em Volta Redonda

Feira de Artesanato movimenta praça no Aterrado, em Volta Redonda

Matéria publicada em 3 de agosto de 2018, 16:28 horas

 


Mais de 50 artesãos comercializaram produtos variados nesta sexta-feira, dia 03; na próxima semana eles estarão na Praça Rotary

Volta Redonda – Mais de 50 artesãos de Volta Redonda participaram nesta sexta-feira, dia 03, da Feira de Artesanato da Praça Sávio Gama, em frente à prefeitura, no Aterrado, das 9h às 16h. Entre os produtos oferecidos estavam pachwork, pinturas, objetos de decoração, peças de reciclagem e gastronomia. Na próxima semana, na sexta-feira e no sábado, dias 10 e 11, a feira estará na Praça Rotary, embaixo da Biblioteca Municipal; e no fim de semana, dias 18 e 19, haverá mais uma edição da “Vem pra Brasil”, na Praça Brasil; ambos na Vila Santa Cecília.

A artesã Marília Adriana Fernandes Cardoso estreou na Feira de Artesanato da cidade nesta sexta-feira.

-Trabalho com panos de prato decorados e outras peças para cozinha há mais de dois anos, mas é a primeira vez que faço exposição para comercializar os produtos. Estou animada, converso com outros colegas que têm um bom retorno – disse.

Quem incentivou Marília a se juntar ao grupo foi Mara Márcia Machado, que coordena um dos coletivos de artesãos que compõem a feira.

-Ela fez o cadastro pelo PortalVR.com e entrou para o coletivo que coordeno. Somos cerca de 35 artesãos e nos revezamos para participar de todas as feiras do município – falou, acrescentando que os espaços abertos para a comercialização do artesanato fomenta a atividade no município.

O público também aprova as feiras de artesanato nas praças. Maria Aparecida Santos Gomes, moradora do Vila Rica/Tiradentes, é estudante da Academia da Vida, no Estádio Raulino de Oliveira.

-Passo sempre pela praça e adoro quando os artesãos estão. É um ótimo local para encontrar produtos exclusivos, num bom preço – disse.

Cristiane Gori Smith mora atualmente no Rio de Janeiro, mas pretende se mudar da capital carioca para a cidade.

-Achei excelente a iniciativa. Vim buscar um documento na prefeitura e aproveitei para conhecer os trabalhos. Vi muita coisa bonita – contou.

Para o prefeito Samuca Silva, a valorização dos artesãos da cidade é o principal objetivo das feiras.

-A intenção é dar oportunidade para todos os artesãos da cidade de divulgarem e comercializarem seu trabalho. Com a realização das feiras, estamos gerando mais oportunidades para a categoria, permitindo que ocupe  os melhores espaços públicos, onde há grande concentração de pessoas e consumidores – afirmou.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document