quinta-feira, 27 de janeiro de 2022 - 12:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Feira orgânica em Barra Mansa celebra o Dia Mundial da Alimentação

Feira orgânica em Barra Mansa celebra o Dia Mundial da Alimentação

Matéria publicada em 16 de outubro de 2015, 20:00 horas

 


Vida saudável: Com a saúde cada vez mais em destaque, população aproveita feira orgânica para comprar alimentos sem agrotóxicos (Foto: Melissa Carísio)

Vida saudável: Com a saúde cada vez mais em destaque, população aproveita feira orgânica para comprar alimentos sem agrotóxicos (Foto: Melissa Carísio)

Barra Mansa – Para comemorar o Dia Mundial da Alimentação, celebrado nesta sexta-feira, dia 16 de outubro, uma feira com alimentos orgânicos foi montada próxima ao Restaurante Cidadão Irmã Ruth, no Centro. No local, foram comercializados produtos legumes, frutas e verduras sem agrotóxicos e isentos de insumos artificiais, como adubos químicos e hormônios.

– O Dia Mundial da Alimentação é uma data muito importante para nós, já que toda a nutrição adquirida pelo nosso corpo vem daquilo que ingerimos. Ter o hábito de comer alimentos saudáveis minimiza o aparecimento das doenças crônicas não transmissíveis, como o câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e algumas doenças respiratórias. Nós temos que dar uma opção saudável para a população. A gente sabe que a feira está atraindo muita gente, principalmente aqueles que residem aqui perto. Eles se sentem beneficiados – comentou a nutricionista fiscal do Restaurante Cidadão de Barra Mansa, Cíntia Periard.
E a partir de agora, a “Feirinha Orgânica de Barra Mansa”, que acontece todas as manhãs de terças, quintas e sábados na Gare da Estação, será montada todas as segundas-feiras, das 8h às 13h, anexa ao Restaurante Cidadão.

O administrador do local, Rodinei Barbosa, a feira é uma boa oportunidade para que as pessoas estejam comprando alimentos realmente saudáveis.
– É importante estimular as pessoas para estarem consumindo um alimento de qualidade e que seja benéfico. O público aqui do restaurante é composto por estudantes, comerciantes, aposentados, idosos, ou seja, é bem diversificado. A pessoa vem, faz a refeição e depois se sente estimulada de comprar alimentos saudáveis para levar para casa. O objetivo maior da feira é levar até as pessoas uma comida de verdade – disse o administrador.

Comida saudável de verdade

Todos os alimentos da feira foram produzidos por produtores de agricultura familiar, que trabalham em sítios e fazendas de forma independente, mas que possuem certificação do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg). As irmãs Vera Pereira e Lúcia Helena Pereira são exemplos de produtores.
Elas que possuem um sítio em Rio Claro explicaram que alguns dos alimentos expostos em sua barraca foram comprados de outros produtores. Um agrônomo vai até o local e faz a análise de cada um separadamente, para testar se possuem algum produto químico.
– O movimento hoje foi bem grande. Todos os nossos alimentos são isentos de agrotóxicos e outros químicos, o que é um benefício para a população – explicou Lúcia.
– Estamos há oito meses nessa caminhada e descobrimos que agora estamos nos alimentando de comida de verdade. Ela tem outro gosto e o paladar é completamente diferente. Eu, particularmente, não consigo comer outra coisa – comentou Vera.
Para Simone de Assis Rosa, os alimentos que costuma comprar no mercado são cheios de “veneno” e acabou surpreendida com a feirinha.
– Hoje eu vim aqui almoçar com meu pai e me surpreendi. Eu que estou fazendo dieta, tenho que comer verduras constantemente. Todos os alimentos vendidos aqui estão muito bonitos. Não compro no supermercado nunca mais – falou.

Por Melissa Carísio
[email protected]


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Sou de Volta Redonda e passei em BM e vi esta feira muito legal e poderia ter em VR também, parabéns BM…

Untitled Document