>
sábado, 28 de maio de 2022 - 01:14 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Festa dos Metalúrgicos distribui mais de R$ 100 mil em prêmios em Volta Redonda

Festa dos Metalúrgicos distribui mais de R$ 100 mil em prêmios em Volta Redonda

Matéria publicada em 17 de maio de 2015, 17:28 horas

 


Volta Redonda – Sucesso. Essa palavra resume bem a 9a Festa do Trabalhador, do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, que aconteceu neste domingo, dia 17, no Recreio do Trabalhador, em Volta Redonda. Na ocasião, foram distribuídos mais de R$ 100 mil em prêmios: dez motos, dez poupanças de R$ 1 mil e um carro 0 KM, além de prêmios extras como TVs, bicicletas e eletrodomésticos.

“A festa já virou tradição na categoria. Apesar da crise econômica que atinge o país, não deixamos que o Dia do Trabalho passasse em branco”, diz Silvio Campos, presidente do sindicato. Segundo os organizadores, mais de cinco mil metalúrgicos participaram do evento.

Quem conquistou o prêmio principal – um carro 0 KM – foi Renan Aguiar Guimarães, 27 anos, metalúrgico da CSN. “Estou muito feliz e queria agradecer ao sindicato pela grande festa realizada para nós, trabalhadores. Estarei aqui no ano quem vem”, comemora o funcionário O festival de prêmios não para por ai. Silvio Campos anunciou que fará sorte de prêmios extras em programas de rádio em Volta Redonda e Resende.

“Vamos continuar presenteando o trabalhador, que é o nosso bem maior”, afirma Campos, que finalizou: “No Natal também estamos preparando uma grande festa, com outro festival de prêmios”.

Confira os ganhadores dos prêmios principais

 Carro Zero KM: Renan Aguiar Guimarães – CSN

Ganhadores das motos: Marcelo Augusto Nogueira Afonso/Geraldo Adão da Silva/Flávio de Oliveira Marvila/Anderson Alves Meringe/Renato José Viana/Antônio Carlos Rufino/Hamilton Paula Motta/Vicente Castilho Rosa/Cleandro Abrahão/Ramon Paulo Moreira de Farias/Anderson das Neves Augustos/Charles da Silva Costa.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. peao da votorantim

    SERÁ QUE A DIRETORIA DA VOTORANTIM TAMBÉM VAI RECEBER AUMEMTO ZERO.

  2. traidos pelo sindicato

    “trabalhador, você decidirá !” Escrutínio secreto ou por Aclamação ? Com essa desculpa o sindicato quer transferir para os trabalhadores a responsabilidade por ter os traídos.

  3. senhor presidente quanto ganhou da votorantim para aceitar essa proposta ridicúla.

  4. E os trabalhadores da votorantim estão sendo coagidos a aceitar uma proposta absurda. Senhor Renato responda a nós trabalhadores vocês forao comprado?? Só poder pra querer votação em assembléia!

  5. Tudo isso com o patrocinio da votorantim não e seu renato,para passar a proposta o mesmo ta querendo voltar a escravidao mas não ta no tempo de gente boba mais não sua casa vai cair votação em assembléia seu mercenario iremos ate a delegacia regional do trabalho e te daremos o troco.

  6. Tudo isso com o patrocinio da votorantim não e seu renato,para passar a proposta o mesmo ta querendo voltar a escravidao mas não ta no tempo de gente boba mais não sua casa vai cair votação em assembléia seu mercenario iremos ate a delegacia regional do trabalho e te daremos o troco.

  7. infelizmente ainda tem trabalhador que não consegue entender que a csn dificulta as coisas se chamar para a greve ninguem faz chorroes

  8. olha gostei dessa vaz foram pontual o bingo foi muito bom (o tatu é um barato )nessa hora aproveitamos para rever muitos companheiros de trabalho,que não havimos muito tempo mando um abraço para todo pessoal do sidicato e um espcial para o 10

  9. VALEU PELOS PRÊMIOS,MAS O MELHOR DO BINGO DO SINDICATO É O TATU(CARLOS ESTEVÃO)É UMA FIGURA FANTÁSTICA E TOMARA QUE VOLTE LOGO PARA O RÁDIO POIS OS JOGOS SEM A NARRAÇÃO DELE SÃO LAMENTÁVEIS.

  10. É SÓ ISSO MESMO(FAZER MÉDIA)PORQUE CONQUISTAS SALARIAIS O QUE É BOM NUNCA MAIS.TODO ANO É A MESMA COISA VÁRIAS VOTAÇÕES,VÁRIAS REUNIÕES PRA NO FIM TER QUE ACEITAR O INPC E OLHE LÁ.

  11. Enquanto isso o acordo coletivo dos metalúrgicos de Volta Redonda vai devagar, devagarinho, quase parado, sem nenhuma manifestação mais forte por parte do Sindicato, que parece que está mais é querendo viver na sombra e água fresca. E a inflação, quase chegando aos 10%, não espera pelo reajuste de salário e vai corroendo o poder aquisitivo do trabalhador.

Untitled Document
close