quarta-feira, 26 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Fevre divulga índices do Ensino Fundamental

Fevre divulga índices do Ensino Fundamental

Matéria publicada em 24 de março de 2019, 16:55 horas

 


Volta Redonda – A Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda) se destacou na aprovação de alunos do ensino regular (do 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental). De 2017 para 2018, a fundação obteve resultados expressivos em quatro das suas cinco unidades. A diretora pedagógica da Fevre, Priscilla Carvalho Reis, explicou que o resultado é fruto de uma reformulação do trabalho da Implementação Pedagógica.

– Investimos em uma orientação em todo corpo pedagógico das escolas, não somente junto aos professores, mas também junto à equipe pedagógica e diretiva das unidades. Orientamos quanto ao trabalho de recuperação paralela, indicado pela LDB (Lei de Diretrizes Básicas) e pelo Regimento Municipal de Ensino. Este trabalho foi acompanhado durante todo o ano letivo pela equipe de implementação – explicou Priscilla.

No saldo geral de todas as escolas, o índice médio de aprovação passou de 84,98% em 2017 para 86,72% em 2018. Três unidades se destacaram com crescimento nesse período. O Colégio José Botelho de Athayde registrou crescimento de 5,7%, o João XXIII, 4,2%, enquanto o Prof.ª Themis de Almeida Vieira ampliou o índice de aprovação em 2%.

As melhores médias ficaram com o Colégio Professora Delce Horta Delgado, que manteve 93,7% de aprovação no comparativo, e com o J.B de Athayde, que passou de 88,5% em 2017 para 94,2% no ano seguinte.

Outro ponto que passou por mudanças e que resultaram em melhorias foi a reformulação da dependência do Ensino Fundamental. O presidente da Fevre, Waldyr Bedê, explicou que em 2017, a dependência acontecia em cada unidade escolar, em modalidades diferenciadas, de acordo com o número de alunos em cada disciplina.

– Em 2018, criamos uma Coordenação Geral da Dependência para todas as unidades, concentramos as aulas de todas elas no Colégio Getúlio Vargas, aos sábados, na modalidade de Dependência Modular, orientada pelo Regimento Municipal. Os índices de aprovação aumentaram e a evasão da dependência foi expressivamente reduzida. Além disso, com a coordenação de uma pedagoga para todo o processo, os professores foram acompanhados e orientados quanto ao planejamento e avaliações – acrescentou Waldyr Bedê.

Para o prefeito Samuca Silva, a melhora nos índices reflete o bom trabalho realizado pela Fevre e a importância que a administração pública municipal dá à educação.

– Investimos em capacitação dos profissionais, reformamos e construímos escolas, entregamos uniformes e materiais escolares no início do ano. EsIsas e outras ações oportunizam um melhor ambiente educacional para nossos jovens, além de motivar eles a se dedicarem mais aos estudos. Quem ganha é a população de Volta Redonda – afirmou Samuca Silva.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document