>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 20:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / HSJB realiza atividade pelo Dia Mundial da Lavagem de Mãos

HSJB realiza atividade pelo Dia Mundial da Lavagem de Mãos

Matéria publicada em 5 de maio de 2015, 21:08 horas

 


Volta Redonda

As mãos são o principal meio de transmitir microorganismos entre as pessoas e por isso a correta lavagem das mãos, que pode eliminar até 90% destes contaminantes, é extremamente importante, principalmente em ambientes hospitalares, onde a higienização correta é fundamental para evitar a contaminação entre os pacientes, prevenindo as infecções. Por isso que desde 2008 a Organização Mundial de Saúde (OMS) instituiu o dia 5 de maio como o Dia Mundial de Lavagem das Mãos, voltado especificamente para os profissionais de Saúde. Para marcar a data, o Núcleo de Controle de Infecção Hospitalar (NCIH) do Hospital São João Batista (HSJB) promoveu ontem uma atividade para lembrar aos profissionais da unidade a importância de se lavar e higienizar corretamente as mãos.

– A correta lavagem das mãos previne infecções hospitalares, e os profissionais de Saúde aprendem a técnica certa, que faz com que todas as áreas da mão sejam alcançadas pela água e sabão – explicou a enfermeira Sabrina Ramalho, que faz parte do NCIH.

Para mostrar aos voluntários se a técnica usada por eles está realmente correta, o NCIH montou um estande com uma “caixa-preta”, onde um reagente químico mostra sob a luz negra montada na caixa se todas as áreas da mão foram esfregadas corretamente.

– Com a luz negra e o reagente (na verdade uma mistura de álcool gel e tinta de caneta fluorescente), nos locais onde a mão fica brilhante a esfregação foi feita de forma correta, e onde fica roxa não foi esfregado – disse Sabrina, afirmando que o objetivo maior da ação é lembrar aos profissionais da importância do ato.

– O trabalho é de conscientização, principalmente, porque a lavagem das mãos previne muitas infecções hospitalares – completou.

A enfermeira deu algumas dicas de como lavar corretamente as mãos. Como esfregar por entre os dedos, uma palma contra a outra e as “costas” de cada mão, além do polegar, as pontas dos dedos e os pulso.

– Deve-se tirar qualquer adorno, como relógios e anéis, e não importa o número de vezes e a força com que se esfrega, e sim alcançar todos os lugares de ambas as mãos – apontou Sabrina, que ainda ressaltou: “Nada substitui a água e sabão. O álcool a 70% (antisséptico) pode ser usado em emergências, como quando um paciente tem uma parada e estamos preparando alguma medicação. Não dá tempo para lavar as mãos, então usamos o álcool gel a 70%”.

De acordo com a enfermeira, a lavagem de mãos deve ser realizada sempre que se for preciso trocar curativos, passar pomada ou realizar qualquer outro procedimento.

Outras recomendações são lavar as mãos sempre antes de manipular ou consumir alimentos; antes e depois de se entrar em contato com pessoas doentes ou acamadas; depois de ir ao banheiro; depois de espirrar, tossir ou assoar o nariz; após manipular objetos potencialmente sujos ou contaminados; após entrar em contato com animais; e sempre que as mãos estiverem visivelmente sujas.

O tema é considerado tão importante na área de Saúde que há outro dia dedicado à correta lavagem das mãos, voltado para o público em geral, que é o dia 15 de outubro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document