sexta-feira, 30 de julho de 2021 - 17:11 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Lei determina que alunos da rede pública terão de apresentar exames médicos na matrícula escolar em Barra do Piraí

Lei determina que alunos da rede pública terão de apresentar exames médicos na matrícula escolar em Barra do Piraí

Matéria publicada em 1 de março de 2015, 19:03 horas

 


Barra do Piraí

 

Eletrocardiograma, Eletro encefalograma, Hemograma completo, Exame oftalmológico, Exame otorrinolaringológico e Abreugrafia. Estes são os exames que os alunos do 1º ano do ensino fundamental terão que apresentar no ato da matrícula, de acordo com a lei aprovada na Câmara de Vereadores, de autoria do vereador Paulista (PPS).

Os diretores das escolas da rede pública que atendem os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental se reuniram com o vereador semana passada para conhecer e tirar as suas duvidas sobre o projeto.

A diretora do Jardim Escola Municipal Peixinho Dourado, que fica no distrito da Califórnia, Elisângela da Silva Garcia destacou a importância da nova lei para os seus alunos, que tem dificuldade para conseguir atendimento.

– Eu acho que é uma importante lei para a saúde das crianças, principalmente para as crianças da rede pública e para as moradoras dos distritos, como os meus alunos na Califórnia, que dependem de Volta Redonda para ter acesso aos exames que serão pedidos na matrícula.

A diretora ainda destacou a ideia apresentada pelo vereador, que é levar os exames ao encontro dos alunos.

– Do jeito que o Vereador Paulista está propondo, com os exames indo ao encontro do aluno nas escolas, facilita muito, pois nem sempre as famílias têm condições de levar seus filhos para fazer esses exames.

O vereador Paulista, autor da lei, destacou que o projeto é de extrema importância para a prevenção de doenças, além de dar ao município controle sobre o estado de saúde das suas crianças.

– A gente não quer impedir nenhuma criança de estudar, tanto que a lei prevê seis meses para a apresentação desses exames após a matrícula. Além disso, não tem punição, não tem nada para os pais, nós queremos cuidar das nossas crianças e criar a cultura dos exames de prevenção nas pessoas.

O vereador destacou que está conversando com as secretarias e com o prefeito para viabilizar a melhor forma de atender os alunos sem prejudicar o sistema de saúde e gerar ônus para o município.

– As conversas estão sendo muito positivas e nós vamos conseguir colocar este projeto em prática. Todos estão empenhados.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document