terça-feira, 21 de maio de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Médico fala sobre mensagem que sugere energético em pirulito

Médico fala sobre mensagem que sugere energético em pirulito

Matéria publicada em 10 de março de 2018, 16:00 horas

 


Volta Redonda – Uma mensagem que tem circulado nas redes sociais sobre um pirulito que supostamente teria energético deixou alguns pais em alerta. De acordo com uma das postagens, três crianças teriam sido atendidas em uma emergência de hospital com intoxicação por conta do pirulito. “Semana passada atendemos uma criança de cinco anos com sangramento nasal, alteração neurológica (andar, fala, movimentos) que tinha sido exposta a esse pirulito”, diz uma das mensagens, pedindo para que as pessoas repassem a informação. No entanto, não é informado em qual cidade os casos teriam ocorrido.
Segundo o Gustavo Baylão Nigre, da área de gastroenterologia pediátrica e neonatologista, médico cooperado da Unimed Volta Redonda, de acordo com informações da própria empresa que fabrica o pirulito, não há nenhum componente energético em sua composição. “Energy” seria apenas um nome “sugestivo”, por apresentar um sabor de framboesa e abacaxi, que remetem à lembrança do sabor dos energéticos. A empresa, inclusive, divulgou uma nota de esclarecimento em seu Facebook (Peccin SA).
– Portanto, em relação a este fator, não se deve ter preocupação. Os danos à saúde a ser considerados, devem ser iguais ao uso exagerado de qualquer guloseima. É preciso lembrar que criança com fome, come. Por isso, nunca devemos substituir uma refeição por estes alimentos, pois além de não fornecerem todos os nutrientes desejados ao bom desenvolvimento da criança, saciarão a fome e prejudicarão seu apetite para a próxima refeição – explicou o médico.
De acordo com Carla Menezes, mãe da Beatriz, de três anos, é importante sempre olhar o rótulo do que é oferecido às crianças.
– Tento sempre dar coisas mais naturais para ela, como frutas e sucos caseiros. Doces ela até pede, mas não gosta muito – disse.
Bruna de Oliveira Jeronimo, mãe do Heitor, também de três anos, diz quem também sempre se preocupou em olhar o rótulo de tudo que oferece ao filho, que é uma criança muito alérgica.
– Além da preocupação natural de mãe que eu já tinha, em oferecer coisas saudáveis ao Heitor, eu tenho que ter uma preocupação extra por conta da alergia dele. Alimentos que vemos na mídia como esse pirulito, trazem preocupação. Não sabemos o que é de fato verdade, então, acabamos ficando em alerta – falou, ressaltando que sempre alerta os familiares também para que tomem cuidado com o que oferecem ao filho.

Composição

Na tabela de ingredientes do doce Blong Energy, da marca Peccin, acessível no site da marca (http://www.peccin.com.br) constam açúcar, xarope de glicose, goma base, gordura vegetal, amido, acidulante (ácido cítrico, ácido málico), aromatizante, emulsificante lecitina de soja, corante amarelo tartrazina.

‘Energy’: Boato tem sido compartilhado nas redes sociais (Fotos: Reprodução)

‘Energy’: Boato tem sido compartilhado nas redes sociais (Fotos: Reprodução)

 

Esclarecimento: Peccin divulga nota de esclarecimento em uma rede social

Esclarecimento: Peccin divulga nota de esclarecimento em uma rede social

 

 

Por Roberta Caulo
(roberta.caulo@diariodovale.com.br)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    O que pode ter acontecido é o que aconteceu com meu filho com as balas fin que por terem muito corantes desencadeou alergia severa no corpo todo…

Untitled Document