sábado, 16 de outubro de 2021 - 03:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Moradores lamentam morte de adolescente que se afogou na Praia de Mambucaba

Moradores lamentam morte de adolescente que se afogou na Praia de Mambucaba

Matéria publicada em 10 de dezembro de 2020, 15:37 horas

 


Praia está sem salva-vidas há três anos

Angra dos Reis e Mendes – Moradores da Vila Histórica de Mambucaba lamentam a morte de um adolescente, que se afogou na Praia de Mambucaba, na última sexta-feira (04), em Angra dos Reis. Um dos moradores divulgou um vídeo nas redes sociais, mostrando a situação da praia, que não tem salva-vidas e que por isso acaba registrando mortes por afogamento todo ano.

O vídeo gravado por Vanderson Souza, Vandinho, foi publicado na sexta-feira (04), momentos depois da morte do adolescente. Disse que o vídeo é uma nota de repúdio por conta do ocorrido. Segundo ele, o adolescente se chamava Adílio, tinha aproximadamente 15 anos, e era morador de Mendes, e estava se banhando na Praia de Mambucaba, próximo da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, localidade que atrai turistas de cidades da região e de outros estados.

O adolescente teria se afogado e falecido por volta das 14h, apesar de ter sido socorrido pelos moradores que estavam próximos da praia.

– O que era para ser um momento de felicidade com a família e com os amigos, e por um azar, por uma infelicidade ele acabou se afogando. Pulei na água para tentar socorrê-lo, retirei ele dentro da vala, mas infelizmente já estava morto. Não conheço a família, mas eles me procuraram no Facebook para me agradecer por ter tentado salvar a vida do rapaz – disse Vanderson.

Praia está há três anos sem salva-vidas

Vandinho mora próximo da Praia de Mambucaba há mais de 24 anos e destacou que é uma das praias mais perigosas de Angra dos Reis para se banhar, e que há três anos está sem salva-vidas para socorrer os banhistas.

– Há três quase quatro anos que a praia foi desguarnecida pelos salva-vidas e desde então todo ano tem um óbito por afogamento por aqui. Teve óbito de um rapaz de Valença há dois anos. No ano passado um morador de Resende morreu afogado, e esse ano o de Mendes – destacou o morador da Vila Histórica de Mambucaba.

O presidente da Associação de Moradores da Vila Histórica de Mambucaba, Agnelo Alves de Carvalho, afirmou que existe mais de uma reivindicação da associação para solicitar ao Corpo de Bombeiros para que a praia tenha salva-vidas.

– Não é a primeira vez que esse tipo de situação acontece. No começo do ano mesmo, também ocorreu um caso de afogamento e foi feito um pedido, mas os bombeiros alegam que não tem efetivo, que o governador não abre concurso público para novos militares e que por isso não conseguem vir regularmente para a praia – comentou o presidente, alegando que a associação dá acesso livre aos bombeiros na sede para que possam se instalar durante os plantões na praia. Agnelo também confirmou que após o afogamento e falecimento do adolescente de Mendes, salva-vidas voltaram a fiscalizar a Praia da Mambucaba.

O DIÁRIO DO VALE entrou em contato o 26º GPM (Grupamento de Bombeiros Militar), que fica em Paraty, e com o 10º GPM em Angra dos Reis através de e-mails e por ligações, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Morador já encontrou adolescente sem vida afogando no mar
(Foto: Redes Sociais)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. O Estado arrecada mas, não devolve nem 10% dos valores arrecadados em benefícios ou serviços para a população.

Untitled Document