terça-feira, 28 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / MP promove curso para profissionais da Educação na região

MP promove curso para profissionais da Educação na região

Matéria publicada em 6 de setembro de 2016, 11:35 horas

 


Curso foi realizado no CRAAI de Barra do Piraí

Curso foi realizado no CRAAI de Barra do Piraí

Barra do Piraí – Após quatro edições na sede do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), foi a vez do CRAAI Barra do Piraí receber o minicurso sobre processos circulares e construção de consenso. A iniciativa é fruto dos encontros “Ministério Público pela Paz nas Escolas”, que vêm sendo promovidos anualmente no mês de novembro, desde 2013, pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva da Educação (CAO Educação), em parceria com o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF).

Nesta primeira edição no interior do Estado, realizada nos dias 26 de agosto e 02 de setembro, participaram 36 profissionais de educação dos municípios de Valença, Vassouras e Barra do Piraí. A procura foi grande, segundo a subcoordenadora do CAO Educação, Patrícia Cesário de Faria Alvim.

– Nosso desejo é de que mais profissionais da Educação tenham acesso ao minicurso, pois a mediação é uma valiosa ferramenta na abordagem de conflitos em ambientes escolares – afirmou Patrícia Alvim. “Um ambiente escolar harmonioso é fundamental para a concretização do nosso objetivo maior, que é a garantia de uma educação de qualidade – acrescentou.

As dinâmicas de estudo são realizadas pelo Grupo de Mediação e Resolução de Conflitos (GMRC). “A turma encerrou suas atividades entusiasmada com os aportes teóricos e práticos transmitidos e vivenciados”, afirma a facilitadora Renata de Assis Cordeiro.

A secretária municipal de Educação de Valença, Neuza Gioseffi Guimarães, destacou que, após o minicurso, conseguiu dimensionar o quanto as técnicas de mediação trazem segurança para os profissionais lidarem com os conflitos diários. “Se os profissionais desconhecerem técnicas como estas, corremos o risco de vê-los agravar problemas ao invés de resolvê-los”, ponderou.

Mônica Ramos, que é orientadora educacional e Conselheira do Conselho Municipal de Educação de Vassouras, pede que o MPRJ realize mais módulos, para aprofundar o estudo da comunicação não violenta. “Achei fantástico. Com estas ferramentas, podemos resolver muitas questões, em vez de judicializá-las”, conclui.

A coordenadora do CAO Educação, Bianca Mota de Moraes, vê com entusiasmo a crescente soma de esforços entre as áreas da educação e da Justiça. “O olhar construtivo e colaborativo vem ganhando força entre famílias e educadores”, comemora.

O MPRJ divulgará oportunamente a abertura das próximas turmas do minicurso.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document