segunda-feira, 18 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Museu do Clube Foto Filatélico tem reconhecimento pelo Ibram

Museu do Clube Foto Filatélico tem reconhecimento pelo Ibram

Matéria publicada em 3 de fevereiro de 2018, 15:00 horas

 


Volta Redonda – Com a missão de preservar a história registrada em fotos, vídeos documentos e material de jornalístico, o Museu da Memória do Trabalhismo Brasileiro, do Clube Foto Filatélico Numismático de Volta Redonda, busca ampliar o acervo e conquistar novas parcerias. Segundo a diretora Angela do Bem, como única instituição museológica da cidade reconhecida pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), o clube mantém diversos projetos de alfabetização visual e preservação do patrimônio histórico.

De acordo com Angela, o clube conta com algumas parcerias para manter as portas abertas. Um dos destaques é o projeto “Frente para Inclusão”, que abriga ONGs de pessoas com necessidades especiais que envolvem dança, teatro, artesanato, cursos livres, música e, claro, fotografia.

Por ser cadastrado no Ibram, o museu participa anualmente, desde sua fundação em 2012, de eventos importantes, como a Semana Nacional de Museus e a Primavera dos Museus. Segundo Angela, neste período ocorre um número maior de visitação em decorrência da maior visibilidade nacional dos eventos e de uma programação especial em prol dessas datas.

– Além disso, realizamos para as escolas e ONGs agendadas outros projetos como cursos de fotografia digital e oficinas de Foto na Lata pelo Ponto de Cultura A Fotografia Como Inclusão Social, para crianças, jovens, adultos e idosos, todos gratuitamente – destaca.

Fundado em 31 de março de 1954, o clube vem passando por grandes transformações ao longo de sua trajetória. No começo, as reuniões eram feitas embaixo de uma árvore, onde hoje é a atual Praça Brasil. Depois, foi alugada uma sala no antigo prédio do Mollica. No início da década de 70, o grupo recebeu um espaço da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e foi construída uma sede com recursos próprios.

Depois, vieram os títulos de Utilidade Pública Municipal (1954) e Estadual (1986), o reconhecimento do Ministério da Cultura em 1983 e em 1992 foi tombado como Patrimônio Histórico. No clube, foram formados grandes fotógrafos de Volta Redonda. Perto de completar 64 anos de história, é conhecido e íntimo de todos da cidade. Chamado apenas de “Clube Foto” pelos mais jovens e de “Foto Filatélico” pelos mais antigos, acumula também as funções de associação cultural, ponto de cultura e de cineclube.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Foi nesse clube que eu fiz o curso de artes fotográficas em 1973, com o fotógrafo e professor Calino. Bons tempos.

  2. Avatar

    Importante Centro Cultural da cidade que deve ser preservado e incentivado.

Untitled Document