domingo, 8 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Novembro Azul intensifica ações de prevenção ao câncer de próstata

Novembro Azul intensifica ações de prevenção ao câncer de próstata

Matéria publicada em 4 de novembro de 2019, 11:59 horas

 


Barra Mansa – O Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata, comemorado dia 17, será lembrado no decorrer deste mês, quando acontecem campanhas orientando a população masculina sobre a importância da prevenção à doença. Durante as atividades, profissionais de saúde chamam atenção para um dado alarmante: a segunda maior causa de morte por câncer no Brasil entre o público masculino é neoplasia na próstata, responsável por mais de 14 mil óbitos por ano.

Levantamento realizado pelo INCA (Instituto Nacional do Câncer) aponta que só no estado do Rio de Janeiro foram diagnosticados 6.950 novos casos em 2018. O urologista barramansense Fabiano José do Nascimento explica que ,como qualquer tipo de câncer, quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais rápido será o tratamento, evitando o avanço do tumor.

“A identificação de pacientes com risco de desenvolver a doença de forma mais agressiva, por meio de parâmetros clínicos ou laboratoriais, pode ajudar a individualizar a indicação e frequência do rastreamento. Entre diversos fatores, a idade, a raça e a história familiar apresentam-se como os mais importantes”, explicou o urologista.

O médio ressaltou que o exame de PSA, através de uma simples coleta sanguínea, analisa os níveis específicos da próstata – moléculas produzidas pela glândula –  facilitando o diagnóstico de alterações como hiperplasia prostática benigna, prostatite, ou o câncer de próstata.

“A orientação é que homens acima de 40 anos ou com casos da doença na família procurem anualmente um médico clínico ou um urologista, que vai solicitar a realização de exames de rotina, como o PSA. Caso seja detectada qualquer anormalidade nos níveis de antígenos específicos da próstata, o próprio especialista que solicitou a análise laboratorial irá orientar o paciente sobre o tratamento da patologia, seja ela um tumor benigno, uma inflamação ou até mesmo o câncer de próstata”, explicou o médico hematologista João Carlos Henriques, diretor da rede de laboratórios Exame.

O engenheiro metalúrgico aposentado, Oswaldo Carlos Baptista Ferreira, morador do Centro de Barra Mansa, descobriu o câncer de próstata durante uma consulta de rotina com o seu cardiologista, em 2010. Aos 70 anos, ele ainda enfrenta o tratamento para combater a doença, anteriormente utilizando o recurso da radioterapia e, atualmente, e com comprimidos e medicamentos intravenosos. “Tive a sorte de descobrir o tumor ainda no início, justamente por estar em dia com a saúde preventiva. Hoje em dia realizo o exame de PSA mensalmente para manter o controle da doença. A minha principal dica para a população masculina é que consultem o médico regularmente”, ressaltou.

O médico urologista Fabiano José do Nascimento ressalta a importância de adotar hábitos saudáveis para evitar o câncer de próstata. “Já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar”, afirmou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document