segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Para equilibrar as contas Porto Real economiza no Carnaval

Para equilibrar as contas Porto Real economiza no Carnaval

Matéria publicada em 6 de fevereiro de 2018, 17:59 horas

 


Prefeito optou por não investir recursos públicos na contratação de atrações musicais; Sábado terá som mecânico e apresentação de cosplay

Economia: Carnaval não terá recursos públicos para contratação de atrações musicais ou realização de festas de Carnaval - Divulgação

Economia: Carnaval não terá recursos públicos para contratação de atrações musicais ou realização de festas de Carnaval – Divulgação

Porto Real

Com o objetivo de priorizar investimentos na saúde, na conservação urbana e na educação do município, a prefeitura optou por não investir recursos públicos na contratação de atrações musicais e na realização das festas de Carnaval este ano. A Festa Italiana e a Expo Real serão realizadas em 2018 com recursos oriundos da iniciativa privada ou de parcerias com os governos federal e estadual.
– Estamos trabalhando para equilibrar as finanças do município e honrarmos nossas obrigações com servidores e fornecedores, mesmo com uma queda na arrecadação de R$ 13 milhões no último ano. Sou a favor das festas populares, mas no momento não é possível gastar recursos públicos com o que não é essencial”, explicou o prefeito Ailton Marques, salientado que outras festas acontecerão com recursos de iniciativa privada ou parcerias. “Conseguimos realizar a Expo Real 2017 com custo zero para o município e assim vamos agir novamente neste ano, lembrando que a realidade financeira do município hoje é muito diferente de cinco anos atrás, quando o município chegou a arrecadar quase o dobro do que arrecada hoje”, salientou o prefeito.
Desde 2017, a prefeitura vem renegociando contratos para alcançar o mais rapidamente possível o equilíbrio entre receitas e despesas. Em março deste ano, com o término de dois contratos de prestação de serviços de manutenção do município e sua substituição por um novo modelo de gestão, que divide a cidade por áreas, a expectativa é que seja possível reduzir em até R$ 5 milhões as despesas com capina, roçada, recolhimento de entulho entre outros serviços de conservação. “Neste período de transição, infelizmente não tem sido possível manter a qualidade nos serviços. Mas estamos confiantes que em pouco tempo a cidade estará bem organizada e ainda faremos uma grande economia”, garantiu o prefeito.

Sábado Família Folia

Sem realizar novas despesas, a prefeitura, através da Guarda Municipal, estará de prontidão para dar suporte às iniciativas populares de carnaval. Além disso, o Departamento de Cultura promoverá uma matinê para as crianças no sábado de carnaval, a partir das 14 h, com som mecânico, zumba, brinquedos infláveis e apresentação de cosplay, no Horto Municipal. O evento faz parte do Sábado Família, que ocorre mensalmente no município. Os serviços essenciais do município funcionaram normalmente.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar
    liberdade e propriedade

    Tem que economizar com Carnaval mesmo, pena que Resende não está fazendo o mesmo. Como quer gastar com bagunça, sendo que há várias ruas todas desniveladas necessitando recapeamento.

  2. Avatar

    Sou a favor de acabar com estas cidades..com população abaixo de 20000 habitantes…O governo tem que otimizar custos públicos.
    Quantos cabides de empregos vereadores…prefeitos..assistentes…e outros…
    E por fim..o interior do Rio deve se desvincular da Região metropolitana..capital baixada e oceânica
    pois nossos impostos estão sendo gastos somente lá…
    Voltar com o Antigo Estado da Guanabara…
    Somente assim o interior vai crescer e ter investimentos

  3. Avatar

    Parabéns, prefeito isso seria o que todos deveriam fazer, saúde e muito mas importante do que festas.

  4. Avatar

    Parabéns ao prefeito, temos que parar de nos iludir e levar a vida a sério, chega de pão e circo. Espero que outros políticos sigam esse bom exemplo.

  5. Avatar

    Essas emancipações só foram para cabides de empregos em todos os segmentos.
    Cidades sem estruturas.
    Quatis, Pinheiral, Porto Real, Itatiaia e tantas outras.

  6. Avatar

    Uau!!!!
    Vamos ver quais prefeitos do Sul Fluminense FARÃO o mesmo. Quais serão os pilantras a ponto de gastar o dinheiro da saúde e educação com festas?

    Nada contra promover o carnaval, MAS desde que a saúde e educação estejam bem.

    Ah, mas o carnaval é turismo e ajuda a arrecadar mais impostos, Sendo assim POR QUÊ estamos tão mal com a saúde e educação depois de tantos anos “arrecadando mais impostos com o carnaval”. Onde estão colocando?

    Acho que estamos moralizando a Administração Pública.

  7. Avatar

    Acho que não Deve ter festa de espécie nenhuma em lugar nenhum ! O estado esta falido quem quiser festa e tiver condições faça na sua casa com a família gaste o seu dinheiro e não o dinheiro público porque De baderna o povo ja esta cheio as famílias estão sendo Destruídas com essas festas mundanas… Chega de farra dos guardanapos…

  8. Avatar
    Antonio Carlos Peludo

    Carnaval de que? Estado falido e o povo desempregado cantando e rindo igula a hiena .Parabens Prefeito

Untitled Document