terça-feira, 21 de maio de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Pastorais lamentam transferência de padre Raju de Pinheiral

Pastorais lamentam transferência de padre Raju de Pinheiral

Matéria publicada em 16 de outubro de 2017, 18:28 horas

 


Pinheiral – Um impasse que já dura mais de um mês na Cúria Diocesana está causando polêmica. Depois de saberem sobre uma possível transferência do padre indiano Raju Karinngozhakal Joseph, conhecido como padre Jacob, da paróquia Nossa Senhora da Conceição em Pinheiral, coordenadores e membros de pastorais de Pinheiral estão inconformados e buscando outras opções para reverter a decisão do bispo dom Francisco Biasin.

De acordo com o administrador Rodrigo Castro, que faz parte da comissão composta por membros da Igreja, que se reuniram na sexta-feira (13), na Cúria Diocesana, o bispo revelou que o padre Jacob seria transferido para o distrito de Arrozal, em Piraí, cidade vizinha a Pinheiral. Segundo Rodrigo, dom Francisco informou ainda que a decisão não cabe só ele, mas ao Conselho Presbiteral da Cúria Diocesana. Ainda de acordo com o bispo, o padre Raju concordou com a sua transferência.

De acordo com Rodrigo, o padre já atua há 19 anos em Pinheiral e “é muito querido por todos”. O padre faz parte do conselho presbiteral da Cúria Diocesana.

– Vamos rogar pedido de socorro ao arcebispo dom Orani Tempesta e, até mesmo, ao Vaticano, se for preciso. Peço a Deus que a Cúria Diocesana, através de seu conselho presbiteral, reveja a possível decisão, pois vamos lutar com respeito e responsabilidade para que nosso Padre Raju fique em Pinheiral – afirma Rodrigo.

Ato pacífico

Fiéis da comunidade católica de Pinheiral fizeram na manhã de domingo (15) uma manifestação pacífica com o intuito de pedir a permanência do padre. Segundo a organização do evento, cerca de 250 pessoas participaram da passeata, que teve início na matriz Nossa Senhora da Conceição, no Centro, e percorreu cerca de três quilômetros, até a casa paroquial, no bairro São Jorge, onde todos foram recebidos pelo padre Jacob.

Rodrigo explicou que o padre é coordenador das nove paróquias da cidade, incluindo a matriz de Nossa Senhora da Conceição e mais três capelas, além de oito das nove igrejas que foram reformadas e uma está com projeto pronto para as obras.

– Para os fiéis, o pároco resgatou trabalhos sociais e evangelísticos da igreja antes esquecidos. E hoje existe uma comoção muito grande na cidade que já estava acostumada com a sua atuação junto a todos. Hoje (segunda-feira, dia 16) faremos uma reunião com a comissão para decidir com o grupo quais os próximos passos iremos tomar. Eu desejaria que ele ficasse, pois ele tem um trabalho muito importante e fundamental para a comunidade – opina.

Segundo o fiscal da vigilância sanitária de Pinheiral, José Márcio Severo, se realmente ocorrer a transferência, o padre deixará muita saudades em Pinheiral.

– Nós gostaríamos da permanência dele devido ao excelente trabalho, pois ele fez um trabalho muito extenso junto a toda a comunidade e em especial aos jovens com a catequese. Não tínhamos missa de manhã e ele introduziu este horário como também novos horários. O trabalho dele na comunidade é muito sério onde visitava os doentes e pessoas carentes como também famílias doando cestas básicas. Também tem um bom relacionamento com outras religiões. Vamos tentar de todas as formas pela permanência dele e iremos a todas as instâncias para tentar reverter esta ordem, mas se ficar decidido que ele tem realmente que sair, teremos que acatar – infelizmente.

Para a coordenadora da Igreja Santa Cecília em Pinheiral, ministra da igreja e coordenadora da semana na Matriz Nossa Senhora da Conceição, Cláudia de Souza Gomes, todos da comunidade estão tristes com a transferência.

– É uma decisão que acredito não tem como reverter. Ele já está há 19 anos conosco e fazendo um bom trabalho onde conhece todos na comunidade. O bispo falou na última reunião que a decisão de transferir o padre Raju não é nada pessoal e que o próprio padre pediu para sair. A comissão estava querendo ir ao Rio falar com o arcebispo a favor do padre Jacob, mas antes iremos nos reunir para decidirmos se tal atitude pode ser ou não prejudicial para o futuro do padre Raju – declara.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Nunca poderemos abandonar nossa fé Católica e agora mais do que nunca iremos continuar com nosso legado frente das comunidades restauradas dando continuidade nos trabalhos que foram realizados pelo Padre Jacob. A união de todos os coordenadores é fundamental para que a Igreja continue a crescer e junto com o apoio de todos este objetivo será alcançado. E o novo Paróco que chegar será muito bem recebido, para honra e Grória de Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

  2. Avatar

    Se os coordenadores de pastorais entregarem seus postos, se os fiéis pararem de pagar o dízimo sinal de protesto, dúvido que a igreja é o bispo não mude de ideia, pois quem irá fazer o trabalho das pastorais, e como a cúria vai ficar sem a arrecadação de Pinheiral. Acorda povo de Pinheiral. Já fizemos nossas reivindicações pacíficas, agora é cortar na carne da diocese!!!!
    Vamos entregar as pastorais para Cúria e pararemos de pagar o dízimo tbm!!!!!

  3. Avatar
    liberdade e propriedade

    Não sejam egoístas, deixem o padre fazer um bom trabalho para outras comunidades de outra cidade também. Essa rotatividade de padre é normal dentro da Igreja. Devemos acatar as decisões da Igreja, que é infalível, como se fosse do próprio Jesus. Aceitem sem questionar e reclamar. Não deixem que o legado que ele deixou se perca.

  4. Avatar
    الفتح - الوغد

    Tive oportunidade de conhecê-lo há alguns anos. Pessoa digníssima, com temperamento sereno e afável. Desejo-lhe boa sorte na nova empreitada, seja em Pinheiral ou outra comunidade.

Untitled Document