quarta-feira, 16 de junho de 2021 - 14:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Pastoral da Saúde faz caminhada para lembrar Dia Mundial da Saúde

Pastoral da Saúde faz caminhada para lembrar Dia Mundial da Saúde

Matéria publicada em 7 de abril de 2015, 22:26 horas

 


Para alertar: Membros da Pastoral da Saúde caminharam pelas ruas de Volta Redonda para chamar a atenção para os problemas da saúde (Foto: Rafaella Pinheiro)

Para alertar: Membros da Pastoral da Saúde caminharam pelas ruas de Volta Redonda para chamar a atenção para os problemas da saúde (Foto: Rafaella Pinheiro)

Volta Redonda

A Pastoral da Saúde da Diocese Barra do Piraí-Volta Redonda realizou na tarde de hoje, uma caminhada pelo Dia Mundial da Saúde – comemorado nesta terça-feira. Segundo os participantes, além de lembrar a data, a ação teve como objetivo chamar a atenção para os problemas na saúde pública do país e atrair mais voluntários para a pastoral.

A concentração ocorreu próxima ao prédio da Biblioteca Municipal, na Vila Santa Cecília, e percorreu algumas ruas até chegar à Igreja Santa Cecília, sediada no mesmo bairro, onde o bispo Dom Francisco Biasin presidiu uma missa.

Segundo Dom Biasin, caminhar pelas ruas foi uma forma de manifestar a importância de uma vida saudável e chamar a atenção para a atual situação da saúde pública no país. E ressaltou, que é preciso uma maior participação dos cristãos.

– Eu já falei com os padres e com os ministros, que a igreja precisa de pessoas que visitem os doentes. O ministro é servidor – disse Dom Francisco, lembrando que a saúde deve ser acessível a todos, principalmente aos que não podem pagar.

Presente na passeata, a coordenadora da Pastoral, Roseli Rosane, afirmou que eles precisam de mais voluntários porque o número de pessoas a serem atendidas é muito maior.

– Quanto mais gente para ajudar, melhor será para o atendimento de quem precisa. Queremos também aumentar a verba para a saúde – falou Roseli.

A assistente social e secretária da Pastoral, Clemilde da Costa Dalbone, disse que o grupo quer uma dedicação maior à saúde.

– Queremos ajudar a população a ter um olhar voltado para esse tema e contribuir para que todos tenham direito à vida – finalizou Clemilde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document