>
quinta-feira, 12 de maio de 2022 - 09:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / ‘Patrulha de Proteção ao Idoso’ será lançada no dia 15 de junho em Volta Redonda

‘Patrulha de Proteção ao Idoso’ será lançada no dia 15 de junho em Volta Redonda

Matéria publicada em 12 de maio de 2022, 09:28 horas

 


Semop e Smac escolheram o “Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa” para o lançamento do novo serviço

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR

Volta Redonda – Data emblemática, 15 de junho foi escolhido para o lançamento da ‘Patrulha de Proteção ao Idoso’ em Volta Redonda, por ser o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. A cidade é referência no trato especial que oferece aos idosos, e este projeto, que tem como maior entusiasta o prefeito Antônio Francisco Neto, fecha o ciclo de proteção.

O anúncio foi feito durante a cerimônia do novo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Volta Redonda (CMDDPI), que ocorreu no auditório da prefeitura, no bairro Aterrado, nesta quarta-feira (11). O objetivo da Patrulha de Proteção ao Idoso é oferecer ajuda a essa parcela da população que está entre os grupos mais vulneráveis da sociedade, por serem sujeitos a vários atos de violação dos seus direitos.

O governo municipal, através das secretarias municipais de Ordem Pública (Semop) e de Ação Comunitária (Smac), está à frente do projeto. A Patrulha de Proteção ao Idoso será formada por um homem e uma mulher da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR). A 93ª DP (Delegacia de Polícia) participa por meio da reativação do Núcleo do Idoso, feita em parceria com a prefeitura.

“Estivemos conversando com o delegado Luiz Jorge Rodriguez e acertamos os detalhes para o funcionamento do Núcleo do Idoso nas dependências da 93ª DP, que terá ligação direta com o Creas (Centro de Referência Especializada da Assistência Social), responsável pelo recebimento das demandas de violência aos idosos”, explicou o secretário da Semop, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa.

A equipe da Smac, através do Creas, elaborou o fluxo de atendimento da Patrulha de Proteção ao Idoso, desde o primeiro contato até o monitoramento, sem data para finalizar, seguindo os moldes da Patrulha Maria da Penha que já atua na cidade e que completa o ciclo de proteção à pessoa vulnerável.

De acordo com o Creas, o município registra uma média de 70 ocorrências/mês sobre os idosos, entre violência, abandono/negligência e abuso financeiro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document