sexta-feira, 18 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Policlínica ganha equipamentos para fazer exames cardiológicos

Policlínica ganha equipamentos para fazer exames cardiológicos

Matéria publicada em 7 de junho de 2016, 18:05 horas

 


Unidade no Estádio da Cidadania fará exames que eram disponibilizados somente pela rede particular de saúde

exames

Coração: Pacientes que procuram a policlínica ganham mais opções de exames
(Foto: Divulgação/PMVR)

Volta Redonda – A partir desta semana, os usuários da Policlínica da Cidadania Bernardino de Souza, que funciona no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira, terão à disposição mais um tipo de exame na área cardiológica. A unidade, que já conta com os equipamentos de MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial) e Holter – monitor portátil que registra a atividade elétrica do coração – recebeu uma esteira para a realização de testes ergométricos. De acordo com a coordenadora da policlínica, Janaína Costa, a demanda pelo serviço é alta e os novos aparelhos vão permitir uma melhora grande no atendimento.

– No SUS fica mais fácil, você consegue otimizar a sua agenda, agilizar o paciente que tem prioridade no atendimento, trabalhar de uma forma para melhor atendê-lo. Na rede particular, que seria o prestador, depende muito da disponibilidade. Quando se tem o serviço prestado dentro do SUS, a rapidez no retorno do paciente é muito maior. Hoje, a Policlínica é referência ambulatorial na especialidade da Cardiologia – disse.

Os aparelhos e MAPA e Holter começaram a operar no último dia 19 e o número de exames, que antes era de dois ou três por semana, foi aumentado.

– O exame de MAPA é muito utilizado para pessoas que tem crise hipertensiva. De repente a pessoa sente que a pressão subiu, entra em uma urgência, entra com medicamento e pede para ser acompanhado no ambulatório da especialidade, no caso da Cardiologia. Quando isso insiste, é importante que o paciente coloque um aparelho que fica com ele durante 24 horas para fazer o monitoramento. Esse é o MAPA. O Holter é utilizado para pacientes que têm arritmia, fibrilação artrial ou alguma cardiopatia importante. O paciente também fica com esse aparelho por 24 horas, é dado um laudo e depois é encaminhado para um especialista avaliar. O Holter é um exame muito importante – explicou Janaína.

Em relação ao teste ergométrico, a coordenadora informou que a Policlínica contará com uma esteira, mas a capacidade de exames será grande. “Um teste ergométrico, em média, dura 10 minutos. Em um dia, consegue-se fazer uma grande quantidade de exames. A média que calculamos, atingindo toda a capacidade de uma carga horária de 40 horas por semana, será de aproximadamente 650 testes por mês”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document