segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / População se conscientiza e comparece a vacinação contra febre amarela

População se conscientiza e comparece a vacinação contra febre amarela

Matéria publicada em 18 de janeiro de 2018, 18:34 horas

 


Conscientização: População tem comparecido aos postos de saúde para tomar a vacina contra febre amarela - Paulo Dimas

Conscientização: População tem comparecido aos postos de saúde para tomar a vacina contra febre amarela – Paulo Dimas

Sul Fluminense

A preocupação com a possibilidade de contrair a febre amarela têm levado a população a procurar os posto de saúde para fazer a imunização contra a doença. Em todas as cidades da região, a procura tem sido grande. Em Angra dos Reis, em apenas três dias, mais de 8 mil pessoas foram vacinadas.
Só na quarta (17), 5.649 pessoas tomaram a vacina em 15 postos de saúde no continente, mais a Vila do Abraão e ainda nas praias do Saco do Céu e Japariz, na Ilha Grande. Os maiores movimentos foram registrados no posto de saúde do Balneário, 1.126 pessoas foram vacinadas, no CEM Centro, com a aplicação de 820 vacinas, Marinas, cm 543 pessoas sendo vacinadas, no Encruzo da Enseada, 450, e na Vila do Abraão, 378 pessoas recebendo a dose da vacina contra a Febre Amarela.
No Parque Mambucaba, onde três postos de saúde aplicaram a vacina nos moradores da localidade nesta quarta-feira, ESF 1, 2 e 4, somando os três locais, 657 pessoas do bairro foram imunizadas. A campanha de vacinação no município, nos três dias últimos dias em Angra, teve 595 doses aplicadas na segunda (15), 2.069 doses, na terça (16), e 5.649, sem contar as doses aplicadas na Sapinhatuba 3.
Segundo a prefeitura, a população pode ficar tranquila, pois há quantidade de vacinas suficientes para a sequência da campanha nos próximos dias e semanas. Há estoque suficiente de vacinas em Angra, todas as unidades estão abastecidas e a campanha vai continuar sem prazo para terminar. Na quinta (18), a cidade recebeu mais 30 mil doses da Secretaria de Estado de Saúde, reforçando o estoque. Em 2017 foram aplicadas quase 32 mil moradores da cidade receberam a vacinas da Febre Amarela.

Barra Mansa

Em Barra Mansa, não foi diferente. A Secretaria de Saúde do município informou que em 2018, apenas em três dias vacinação, 36 mil moradores do município e de outras localidades foram imunizadas. Com esse resultado, a Secretaria atingiu a marca de 70 mil pessoas protegidas até a noite de ontem. Dos anos anteriores até 2016, cerca de 12 mil pessoas foram imunizadas.

Nota Oficial

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa informa que a morte de um jovem, de 19 anos, ocorrida na UTI da Santa Casa de Misericórdia na madrugada desta quarta (17), está sendo investigada pelo setor de epidemiologia da Secretaria, pela Fiocruz e o Instituto Noel Nutels. Apesar de não apresentar sintomas de febre amarela, a investigação está sendo feita devido ao surgimento de casos da doença em cidades limítrofes com Barra Mansa, como Valença. Os resultados dos exames devem ser concluídos em 15 dias. Segundo a Secretaria de Saúde, antes de ser encaminhado para a Santa Casa, o paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi imediatamente atendido e posteriormente transferido para a Santa Casa. O hospital encaminhou o corpo da vítima para o Instituto Médico Legal (IML), que, através de laudo apontou óbito provocado por edema pulmonar e infecção respiratória.

Fracionamento da vacina

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que, em alinhamento com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo e com o objetivo de construir uma estratégia conjunta de enfrentamento da febre amarela, dará início, no próximo dia 25 de janeiro, à utilização das doses fracionadas de vacina contra a doença.
Desde janeiro de 2017, a SES vem adotando medidas preventivas e, antes mesmo de registrar os primeiros casos no território fluminense, a secretaria iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a febre amarela principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais (áreas de risco para a doença). Desde julho do ano passado, todos os 92 municípios do estado já estão incluídos na área de recomendação da vacina.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    “Segundo a prefeitura, a população pode ficar tranquila, pois há quantidade de vacinas suficientes para a sequência da campanha nos próximos dias e semanas. Há estoque suficiente de vacinas em Angra…”

    Afirmação imprudente.

    O povo sabendo disso vai postergar a ida para se vacinar. Depois que um morre, todos correm causando tumulto e aumentando o estresse dos nossos agentes de saúde.

    VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.

Untitled Document