sexta-feira, 15 de outubro de 2021 - 20:42 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Porto Real planta árvores em área usadas para descarte irregular de lixo

Porto Real planta árvores em área usadas para descarte irregular de lixo

Matéria publicada em 25 de agosto de 2017, 15:20 horas

 


Porto Real – As secretarias de Meio Ambiente; Ordem Pública e Obras, Urbanismo e Infraestrutura trabalham em uma parceria de plantio de árvores em áreas utilizadas para descarte irregular de lixo. O projeto, que mobilizou diversos profissionais, começou a ser desenvolvido em uma região próxima à Ponte do Desenvolvimento, na divisa entre os municípios de Porto Real e Quatis.

Foram plantadas 60 mudas de árvores: pau-brasil, pau-ferro, angico, ingá, aroeira-pimenteira e quaresmeira foram as espécies escolhidas. Estiveram presentes na ocasião: o secretário de Ordem Pública, Elias Vargas; o subsecretário de Meio Ambiente, Leonardo Odilon e as equipes de Fiscalização Ambiental, Grupamento Ambiental e Defesa Civil.

Segundo informações da Fiscalização Ambiental, está sendo feito um levantamento das localidades atingidas pela prática irregular de descarte de lixo. A ideia é realizar o plantio de árvores no intuito de inibir o despejo desordenado de lixo. Através da parceria, a Secretaria de Obras, Urbanismo e Infraestrutura faz a limpeza do local, previamente selecionado.

Já a Secretaria de Meio Ambiente promove o plantio e atende denúncias, penalizando infratores com multas. A Secretaria de Ordem Pública, através do Grupamento Ambiental, já começou a realizar patrulhamentos constantes nas áreas atingidas.

-Estamos organizando um cronograma para o plantio das mudas. É um trabalho minucioso que visa principalmente a educação ambiental, conscientização e cidadania. Através da identificação das áreas de despejo irregular, vamos definir outras mobilizações como essa que fizemos nas proximidades da Ponte do Desenvolvimento, local frequentemente atingido pela prática do descarte inadequado. Esse local foi escolhido porque é uma Área de Preservação Permanente (APP). Já está previsto para o dia 21 de setembro, Dia da Árvore, o plantio na Avenida A, no bairro Freitas Soares – contou o subsecretário de Meio Ambiente, Leonardo Odilon.

O secretário de Ordem Pública, Elias Vargas, disse que reforçou o patrulhamento nas áreas atingidas. “Estamos fortalecendo o patrulhamento constantemente das áreas onde acontecem frequentemente esses descartes. O Grupamento Ambiental está em constante vigilância, atendendo denúncias e auxiliando na penalização dos infratores. Nosso objetivo é inibir esse comportamento que traz tantos prejuízos ao meio ambiente”.

Projeto começou a ser desenvolvido em uma região próxima à Ponte do Desenvolvimento, na divisa entre os municípios de Porto Real e Quatis (foto: Divulgação)

Projeto começou a ser desenvolvido em uma região próxima à Ponte do Desenvolvimento, na divisa entre os municípios de Porto Real e Quatis (foto: Divulgação)

Penalidades e plantio

A Lei Municipal 322/2008 (Código de Direito Ambiental), através do artigo 215, prevê multa que vai de mil a 500 mil reais para quem poluir o solo por lançamento de resíduos sólidos ou líquidos. Esse valor pode ser dobrado em caso de reincidência.

A Fiscalização Ambiental autua os infratores mediante denúncias que podem ser feitas anonimamente, através dos telefones: (24) 3353-1481 (Meio Ambiente) e (24) 3353-3537 (Defesa Civil). A Secretaria de Meio Ambiente informou que para realizar o plantio de árvores, a área deve ser pública ou ter autorização do proprietário em caso de áreas particulares.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Alo Prefeitura de Volta Redonda, vamos copiar Porto Real. Estamos ficando sem árvores em Volta Redonda. Acorda Meio Ambiente.

Untitled Document