;
quinta-feira, 26 de novembro de 2020 - 14:59 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Praia do Aventureiro terá reforço de fiscalização no fim de ano

Praia do Aventureiro terá reforço de fiscalização no fim de ano

Matéria publicada em 25 de dezembro de 2015, 11:00 horas

 


Reserva de Desenvolvimento Sustentável tem acesso limitado a 560 pessoas

aventureiro (2)

Fim de ano: Controle de acesso à Praia do Aventureiro é feito pela liberação de uma pulseira e um voucher (Foto: Divulgação)

Angra dos Reis – A Prefeitura de Angra dos Reis definiu na última semana, com apoio efetivo do Parque Estadual da Ilha Grande (Peig) e dos organismos de segurança ambiental, detalhes das operações de ordenamento e fiscalização da ocupação na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) da Praia do Aventureiro, na Ilha Grande. A Vila de Pescadores tem o acesso limitado a 560 pessoas por dia, que podem se hospedar em campings autorizados, mediante cadastro prévio no Centro de Informações Turísticas da Praia do Anil (CIT), gerido pela Fundação Municipal de Turismo (TurisAngra).

As estratégias de fiscalização sobre a ocupação na Praia do Aventureiro no final de ano e na alta temporada, períodos em que a ocupação no local recebe maior número de pedidos, foram definidas após um encontro entre o presidente da TurisAngra, Klauber Valente, e o gestor do Parque Estadual da Ilha Grande (Peig) e da Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul (RBPS), Sandro Muniz. Também acompanharam o encontro os gerentes de Operação e Projetos da Fundação, Thiago Rabha e Amanda Hadama, além de José Antônio Rosa, chefe do Centro de Informações Turísticas da Praia do Anil.

O controle de acesso à Praia do Aventureiro é feito pela liberação de uma pulseira e um voucher, distribuídos pela TurisAngra no CIT Praia do Anil. A distribuição é feita pela ordem de chegada, apenas para o próprio solicitante e no dia de embarque. Já a fiscalização e o controle de pessoas no Aventureiro é responsabilidade do Instituto Estadual do Ambiente (Inea/RJ), por meio do Peig, que pretende manter quatro servidores no local, entre 27 de dezembro e 4 de janeiro, a fim de garantir que só as pessoas devidamente autorizadas fiquem no local. A eventual retirada de turistas que tenham ido ao Aventureiro sem autorização será feita com apoio da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente (BPFMA), que também terá policiais durante a operação. Ao todo, a fiscalização na RDS do Aventureiro terá a supervisão de, pelo menos, sete agentes públicos, garantindo a preservação ambiental e cultural da comunidade.

Para o gestor do Peig, Sandro Muniz, a interação entre as instituições que fazem o controle do acesso à RDS do Aventureiro é essencial para a preservação do local.

— O Inea e o Peig têm a responsabilidade e o compromisso de garantir a preservação da Praia do Aventureiro. Nosso trabalho em conjunto com a TurisAngra promove qualidade ambiental e proteção natural e cultural de um dos locais mais belos da região. Estaremos atentos também para que ninguém faça a passagem para as praias do Sul e do Leste, que fazem parte da Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e têm proteção integral — disse Sandro Muniz.

Para o presidente da TurisAngra, Klauber Valente, o controle feito há vários anos no Aventureiro é um modelo para outras praias da Ilha Grande. Segundo ele, a ocupação sem controle na ilha é uma ameaça ao turismo sustentável, que deve ser a prioridade dos operadores de turismo da localidade. O papel da TurisAngra, segundo Valente, é apoiar ações com esse objetivo.

— A Ilha Grande deve ser preservada a todo o custo e com muito empenho. Em muitas praias, os danos ao ambiente já são preocupantes. Desenvolver a atividade turística em toda a ilha precisa ser uma atividade integrada com as comunidades, visando o controle do impacto ambiental. Na Praia do Aventureiro, nosso cuidado é ainda maior, pois trata-se de RDS que é limítrofe com uma Reserva Biológica e que já tem um controle de acesso definido. O respeito a esse limite é um exemplo que deve ser seguido por outras praias — disse Klauber Valente.

A TurisAngra e o Parque Estadual da Ilha Grande farão comunicação formal à Capitania dos Portos de Angra dos Reis para recomendar atenção com as embarcações que fazem o transporte dos turistas para a Praia do Aventureiro. Excepcionalmente, numa regra especial para o Réveillon, a Fundação de Turismo emitirá o voucher no CIT Praia do Anil, mas a entrega das pulseiras será realizada pelo Inea na chegada à Praia do Aventureiro, evitando fraudes.

Regras de acesso à Vila do Aventureiro

Um termo de compromisso firmado entre Ministério Público Estadual, a Secretaria de Estado do Ambiente, a Prefeitura de Angra e a comunidade local limitou o número de visitantes na praia do Aventureiro em 560 pessoas. O controle de acesso se dá através de uma pulseira e um voucher, distribuídos pela TurisAngra, no Centro de Informações Turísticas da Praia do Anil (CIT). A distribuição é feita por ordem de chegada ao CIT e somente no dia de embarque. A TurisAngra dá ao turista uma importante recomendação: procurar sempre embarcações autorizadas pela Capitania dos Portos a navegar em mar aberto. Vale destacar que não existe linha náutica regular para o local. Mais informações sobre autorização para acesso à Vila do Aventureiro podem ser obtidas pelo telefone (24) 3369-7704 e pelo e-mail (cit@angra.rj.gov.br).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Já pensou em liberar a entrada para o POVINHO? Se for o POVINHO de 95 mil eleitores de VR que não cumpre as leis por votarem e apoiarem prefeito que não cumpre tbm as leis, vão deixar a praia toda suja de todo tipo de lixo. kkkkk kkkkk kkkk

  2. Avatar

    tenho uma casa atras dessa ilha em provetá. ae na aventureira rola umas festinhas show

Untitled Document