quarta-feira, 19 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeito se reúne com representantes de proteção aos animais em BM

Prefeito se reúne com representantes de proteção aos animais em BM

Matéria publicada em 18 de agosto de 2018, 12:20 horas

 


Barra Mansa – O prefeito Rodrigo Drable recebeu no fim da tarde de quinta-feira (16), representantes e diretores de entidades e instituições de proteção aos animais de Barra Mansa. Durante a reunião, que aconteceu no gabinete do prefeito, foram discutidos assuntos relativos à proteção dos animais do município e a implantação do consultório veterinário municipal no Centro Feliz da Vida, no bairro Santa Rosa. O encontro também abordou possíveis parcerias e suporte ao trabalho das entidades nos próximos meses. Participaram as ONGs APA (Associação de Proteção aos animais), Arca de Noé, Late e Mia, GAIA (Grupo Amor aos Irmãos Animais) e o IPAN (Instituto Planeta dos Animais).

Rodrigo Drable se mostrou atento e solidário às causas das entidades.

– Enfrentamos uma situação financeira delicada, mas não mediremos esforços para ajudar com parcerias e eventos o trabalho desenvolvido pelos grupos – declarou. Entre as propostas, foi garantida a participação das ONGs em eventos públicos do município, com o intuito de angariar fundos para as entidades.

De acordo com a representante do IPAN (Instituto Planeta dos Animais), Mônica Torres, o principal objetivo do encontro foi a implantação do serviço de castração gratuita.

– Não existe outra maneira ética de reduzir a população de animais de rua, que cresceu exponencialmente nos últimos tempos, se não for por meio da castração – afirmou.

Estimativas apontam que uma cadela pode gerar centenas de filhotes em um pequeno espaço de tempo. No entanto, a expectativa de vida dos cachorros não domiciliados, ou seja, aqueles que se encontram em estado de abandono nas ruas, é bastante curta.

– Atualmente, para cada 50 habitantes de Barra Mansa, há um animal nesta situação. A lei municipal nº 4330/14 garante direitos de proteção à vida e garantia de bem estar aos animais domésticos – explicou Mônica.

A ativista afirmou a necessidade de conscientizar a população sobre o trabalho executado pelas entidades de cuidados aos animais.

– As pessoas têm uma visão equivocada de que as ONGs recebem dinheiro do poder público, o que não é verdade. O nosso trabalho é viabilizado através de doações, eventos beneficentes e bingos – explicou.

Encontro com o prefeito discutiu a implantação do consultório veterinário municipal
Foto: Divulgação

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    Tudo é uma questão de modismo, nas redes sociais só falam dos animais de rua, enquanto isso o asilo de pinheiral está passando necessidades o APAE da 60 também!
    O que seria mais humano?

  2. Avatar

    Que notícia boa! ♡♡

  3. Avatar

    A única maneira de livrar as ruas dos vira-latas que emporcalham ainda mais essa cidade imunda e disseminam vários tipos de doenças é o recolhimento!!! Vai para um abrigo, onde aguarda por adoção durante um período pré-determinado e depois, infelizmente, resta o sacrifício. Assim funciona nos países mais desenvolvidos do planeta!
    Mas não, aqui ficam colocando comida e água pra eles nas portas de estabelecimentos comerciais pra eles achando que vão garantir um lote no paraíso por isso… Essa onda do ‘politicamente correto’ ainda vai levar a humanidade ao caos sem volta.

Untitled Document