segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura de Angra dos Reis inicia captura de morcegos

Prefeitura de Angra dos Reis inicia captura de morcegos

Matéria publicada em 16 de julho de 2015, 21:56 horas

 


Objetivo é diminuir a incidência da infestação e prevenir contra a raiva na área rural da cidade

Angra dos Reis –A Prefeitura de Angra, por meio da Subsecretaria de Agricultura da Secretaria de Atividades Econômicas, está iniciando a captura de morcegos hematófagos (Desmodus rotundo), preferencialmente nas propriedades que apresentem um percentual de 10% de animais atacados. Hematófago é o nome dado a um grupo de animais ou parasitas que se alimentam de sangue.

– O objetivo da captura é diminuir a incidência da infestação na área rural, porque o morcego hematófago pode transmitir a raiva atacando animais e até o homem – explicou o secretário de Atividades Econômicas, José Rafael Ribeiro.
A Subsecretaria de Agricultura, representada pelo médico veterinário Marcus dos Santos, participou no mês passado da primeira ação de captura do ano, junto com representantes do Núcleo de Defesa Agropecuária, da Superintendência de Defesa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro. A Fazenda Macalé, na Serra D’Água, foi o primeiro local a receber a ação, em atendimento a uma solicitação do produtor local.
Rafael Ribeiro disse que a atividade tem que ser feita em conjunto com o governo do estado, devido à sua complexidade e à necessidade do uso de equipamento de proteção individual (EPI) e treinamento adequado.
O secretário ressaltou a importância do trabalho, pois casos de animais com raiva estão ocorrendo em cidades próximas ao município.
– Estamos saindo na frente, realizando um trabalho de prevenção com a captura e doação de vacinas contra a raiva, para que os mesmos casos não aconteçam em Angra dos Reis – afirmou o secretário.
– A captura do morcego é feita por meio de redes, que são armadas em torno de currais e galinheiros. Os hematófagos são capturados, tratados com pasta vampiricida e libertos. Cada morcego tratado retornará ao seu abrigo e, os outros morcegos, também hematófagos, o lamberão e irão ingerir a pasta, o que irá diminuir o índice de infestação. O controle não significa um extermínio dos morcegos, mas sim a diminuição desse índice – esclareceu o veterinário Marcus dos Santos.
Os produtores rurais interessados no controle devem procurar os veterinários Luciana Borges e Marcus dos Santos na Subsecretaria de Agricultura, na avenida Júlio Maria, 104, sala 202, Centro. O telefone é (24) 3365-7153.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document