Prefeitura de Volta Redonda intensifica ações de combate à dengue

Resultado do LIRAa do mês de outubro define prioridades no combate à doença

by Agatha Amorim

Foto: Arquivo PMVR

Volta Redonda – A Prefeitura de Volta Redonda vai intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e hikungunya. O resultado do LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti) realizado durante o mês de outubro serviu como base para definir as prioridades.

De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até o momento foram notificados 531 casos suspeitos de dengue no município; desse total, 273 foram confirmados, 210 descartados e outros 48 considerados inconclusivos.

Entre os principais criadouros identificados no levantamento realizado pela Vigilância Ambiental estão os depósitos móveis, que são encontrados dentro de casa, em jardins e quintais domiciliares – e que incluem pratos de vasos de plantas e bebedouros de animais, entre outros.

Os bairros Jardim Amália, Jardim Normândia, São Geraldo, Colina, Jardim Tancredo Neves, Monte Castelo, Morada da Colina, São João, Centro e Laranjal – que apresentaram maior quantidade de criadouros do mosquito – serão os primeiros a receber os agentes de endemia da Vigilância Ambiental, da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Ambiental, Janaína Soledad, o resultado do último LIRAa classifica o município como área de médio risco para as doenças transmitidas pelo mosquito, com índice de 2,7% de infestação.

“Tivemos um ligeiro aumento nos números, contudo ainda dentro da classificação de médio risco, considerando que estamos em uma época de maior densidade de chuvas e temperaturas mais elevadas, o que favorece a proliferação do mosquito. Isso só reforça a necessidade de estarmos sempre em alerta para a eliminação dos possíveis criadouros, visando evitar o aumento do número de casos de doenças transmitidas pelo Aedes durante o verão”, explicou Janaína.

Os agentes de endemias da Vigilância Ambiental farão vistorias domiciliares e conscientização dos moradores em relação aos cuidados nas residências, reforçando o combate ao mosquito pelos bairros que apresentaram maior índice de infestação no LIRAa. As ações de controle contarão ainda com a participação e apoio dos CRAS e Unidades de Saúde do município.

 

Dicas de prevenção e combate ao Aedes aegypti

Entre as medidas que a população pode tomar para evitar a presença do mosquito transmissor estão: limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia (a orientação, agora, é pela retirada dos pratinhos); limpar com escova ou bucha os potes de água para animais; deixar as garrafas sempre viradas com a boca para baixo e cobrir os pneus; não esquecer da limpeza em calhas, piscinas e ralos; e evitar acúmulo de água em plantas como as bromélias.

 

Proliferação

A maneira mais eficaz de combater o Aedes aegypti é a vistoria semanal nas residências para quebrar o ciclo de vida do mosquito. O período quente e úmido, que intercala as chuvas com dias de altas temperaturas, faz o Aedes se reproduzir com maior intensidade. O tempo de eclosão dos ovos varia entre sete e dez dias; por isso, a eliminação semanal de possíveis criadouros ajuda a interromper o ciclo de vida dos mosquitos, impedindo que se tornem adultos transmissores da dengue, zika e chikungunya.

You may also like

1 comment

Geraldo José Marques de Castro 3 de novembro de 2023, 11:01h - 11:01

VÁ AO SANTO AGOSTINHO, Rua principal do Bairro… irão encontrar muita coisa errada com relação à saúde da população

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996